Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

IMPERDÍVEL: O perigo angustiante de ‘O Apartamento’

Novo filme do diretor Asghar Farhadi tem alto poder sugestivo, e faz o espectador encarar os pequenos perigos do dia a dia

Depois do premiado A Separação, o diretor iraniano Asghar Farhadi volta a explorar o limite do ser humano em O Apartamento. Eleito melhor roteiro no Festival de Cannes, o longa obriga o espectador a suportar a angústia e encarar o perigo iminente nos detalhes do dia a dia.

Quando o edifício de Rena (Taraneh Alidoosti) e Emad (Shahab Hosseini) ameaça desabar, o casal passa a viver “de favor” no antigo apartamento de uma prostituta. Rena esperava o marido voltar do mercado quando o interfone da nova casa toca e, sem checar, ela destranca o portão e vai tomar banho. A câmera, no entanto, não a acompanha. Uma violência ocorre, sem ser exibida. O diretor prefere, em seguida, acompanhar a transformação do marido, até então um professor amoroso, que se torna um homem sedento por vingança.

Emoções como o orgulho e a raiva entram em foco em O Apartamento, foco que vai além das usuais críticas do diretor iraniano quanto aos reflexos do machismo na sociedade. O longa, exibido na 40ª Mostra de Cinema Internacional de São Paulo, está na pré-lista de selecionados da Academia de Hollywood para concorrer a uma vaga na categoria de filme estrangeiro no Oscar. Os indicados serão anunciados no dia 24 de janeiro.

Confira abaixo o trailer: