IMPERDÍVEL: ‘Meia Noite e Vinte’, o novo dilema de Daniel Galera

Autor de quatro romances e do livro em quadrinhos 'Cachalote', ele volta a retratar as relações e frustrações de sua geração

Daniel Galera (de Barba Ensopada de Sangue) mais uma vez aposta nos dilemas de sua geração como fio condutor de seu novo livro, Meia Noite e Vinte (Companhia das Letras, 202 páginas, 34,90 reais). Cada capítulo é narrado por um personagem: a bióloga Aurora, o artista convertido em publicitário Antero e o jornalista Emiliano, que perderam um amigo próximo, Andrei, grande expoente da literatura brasileira pós-moderna, morto após um assalto. Com a tragédia, os três se reencontram em Porto Alegre e Emiliano acaba ganhando a difícil tarefa de um editor de escrever a biografia de Andrei, famoso por seu trabalho, mas sobre o qual pouco se sabe. O encontro dos três entre si e com a cidade do Sul traz de volta promessas não cumpridas, desejos reprimidos e a vida que eles gostariam de ter.