Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Humorista que posou com Trump decapitado recebeu ameaças de morte

Kathy Griffin fez afirmações durante apresentação neste domingo, na qual utilizou uma máscara com o rosto do presidente

Kathy Griffin, a humorista que posou com um manequim decapitado do presidente Donald Trump, contou que recebeu ameaças de morte após as imagens serem divulgadas no Twitter em maio deste ano. O acontecimento rendeu o fim do contrato da comediante com o canal CNN, em que apresentava um especial de Ano Novo desde 2007.

Kathy participou neste domingo da abertura de um evento beneficente contra a Aids, que apresenta há 19 anos em Los Angeles, nos Estados Unidos. A comediante entrou usando uma máscara com o rosto de Trump e com um vestido azul similar ao usado nas imagens divulgadas em maio. Depois de jogar a máscara no chão duas vezes, afirmou: “Vou falar toda a verdade. Fui parte de um escândalo internacional por dois meses. Minha irmã e meu cachorro morreram nesse tempo e até minha mãe ficou contra mim.”

De acordo om o Hollywood Reporter, a humorista ainda afirmou que recebeu “diversas ameaças de morte e e-mails de ódio durante o verão”. Griffin revelou que o apresentador de TV Billy Bush tentou lhe ofereceu apoio, mas respondeu: “Ele está tentando ser legal. Eu entendo. Mas eu não quero fazer parte do seu clube.”

Depois da divulgação das imagens feitas pelo artista e fotógrafo Tyler Shields, a americana decidiu pedir desculpas. “Eu sou uma comediante e passei dos limites. Fui longe demais. A imagem é muito perturbadora, eu entendo. Cometi muitos erros em minha carreira e continuarei cometendo. Peço perdão e vou excluir a imagem”, disse em um vídeo publicado nas redes sociais na época.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Osmar Serrragem

    Quer aparecer de qualquer jeito…

    Curtir