Fátima Bernardes apresenta a nova Fátima Bernardes

Depois de meses de segredo, jornalista revela - em parte - como será o programa misto de jornalismo e entretenimento que comandará a partir do dia 25

“Não era mais um ‘segredo de Fátima’, como cheguei a ver escrito em alguns lugares, mas apenas uma estratégia da emissora para que a gente pudesse trabalhar com tranqüilidade, formar toda a nossa equipe”, disse Fátima Bernardes aos jornalistas nesta terça-feira durante a coletiva de imprensa nos estúdios do Projac, na zona oeste do Rio de Janeiro, para apresentar Encontro com Fátima Bernardes, novo programa que será apresentado por ela a partir do próximo dia 25.

Ainda fazendo analogia com as revelações atribuídas à Virgem Maria a três crianças portuguesas em 1917, na cidade de Fátima, a jornalista declarou que não via a hora de poder falar do programa. “Durante esse tempo que fiquei afastada das telas, sempre que encontrava algum colega jornalista ouvia uma pergunta. E sempre foi muito difícil para mim não responder, porque eu estava muito envolvida emocionalmente com o projeto desde o início e com muita vontade de falar dele”.

Apesar disso, Fátima ainda guarda a sete chaves alguns segredos da atração. “Quanto aos quadros, eu prefiro fazer algumas surpresas”. A apresentadora limitou-se a explicar detalhes técnicos do programa. Disse que a atração, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, após o Bem Estar (ocupará o lugar do TV Globinho) terá 70 minutos e será uma mistura jornalismo e entretenimento.

De acordo com a jornalista, no entanto, o programa evitará abordar temas como culinária, decoração, artesanato e saúde; para não concorrer com outras atrações da própria Rede Globo. “Nunca houve uma conversa com a Ana Maria Braga, mas eu sei que a gente não precisa repetir o que a emissora já faz bem. Quanto à saúde, falaremos de notícias que estão em voga na atualidade. Uma matéria no estilo do ‘Bem-Estar’ também não será para a gente”, ponderou.

Fátima Bernardes também fez questão de negar que o Encontro tenha inspiração no programa da apresentadora norte-americana Oprah Winfrey. “Todos os programas de qualidade que estão no ar servem de referência para a gente. Mas não foi inspirado no Oprah porque não é um talk show. Por mais que a gente converse com as pessoas, a gente vai agregar VTs sobre os assuntos em pauta, entradas ao vivo. Dificilmente eu terei um entrevistado sentado nesta poltrona aqui ao meu lado. Teremos convidados que ajudarão a desenvolver conversas. Meus entrevistados serão os 60 que estarão aqui para fornecer um material de conversa”, explicou.

Sobre a mudança em sua rotina pessoal após sua saída da bancada do Jornal Nacional depois de nove anos ela comemorou: “Eu não imaginava que era tão trabalhoso fazer este tipo de programa. Participo da reunião de pauta, da discussão do roteiro, ajudo a montar as cabeças, as pautas , chego às 7h30. Mas agora já consigo jantar com meus filhos, ver o ‘Jornal Nacional’ e ‘Avenida Brasil’ com eles. É bom ter mais tempo com eles, principalmente nesta idade.”, disse sobre os trigêmeos Vinícius, Laura e Beatriz, de 14 anos. Já o marido William Bonner está cada dia mais difícil de encontrar, segundo ela. “Ele nunca veio me visitar aqui no Projac, porque está naquela loucura de fazer o JN diariamente. Mas acho que ele está tão empolgado quanto eu. Está me apoiando porque sabe que é a realização de um sonho. Certamente está feliz e apostando no sucesso do programa”, finalizou.

LEIA TAMBÉM:

Globo vende cota de patrocínio do novo programa de Fátima Bernardes