Ex-estagiária de Hillary Clinton vira atriz pornô

Pelo menos duas estagiárias do casal Clinton vão entrar para a história por suas atividades sexuais, digamos, pouco ortodoxas. A primeira, já um clássico das histórias da Casa Branca, é Monica Lewinsky, aquela que, bem, preencheu o tempo livre do então presidente Bill Clinton. A segunda é Sammie Spades, que trabalhou para Hillary quando ela foi senadora, e é agora uma estrela do cinema adulto – leia-se pornô – dos Estados Unidos.

“Eu planejava me tornar advogada e me candidatar a cargos públicos”, disse Sammie ao site americano TMZ, revelando que seu sonho era vestir terninhos esportivos como Hillary, com quem trabalhou no verão de 2006. O que jogou água nos planos? Uma repentina falta de verba. Quebrada, Sammie se viu obrigada a agir rápido para levantar fundos. E a pornografia foi a saída mais fácil.

Questionada a respeito do que Hillary acharia de seu novo ofício, Sammie admitiu que a Secretária de Estado de Obama provavelmente não se alegraria com ele. Já sobre o marido da ex-patroa, garantiu: não, ela nunca conheceu Bill Clinton.