Equipe de filme de Tom Cruise é processada por morte de piloto

'American Made' narra a história do piloto Barry Seal, que transportava drogas de cartel colombiano para os Estados Unidos

Os produtores de American Made, o novo filme de Tom Cruise, foram processados pela família de um dos pilotos morto em um acidente de avião durante as filmagens, informou o jornal The Guardian. A queixa foi apresentada em 14 de setembro pela família de Carlos Berl, após a queda de um bimotor em 11 de setembro de 2015, perto de Medellín, Colômbia.

LEIA TAMBÉM:
Filme com Tom Cruise é processado por família de traficante
Tom Cruise não vê a filha, Suri, há quatro anos
Cientologia terá estúdio de cinema com Tom Cruise à frente

No acidente morreram Berl e o piloto acrobático Alan Purwin. Outro piloto, Jimmy Lee Garland, sobreviveu com ferimentos graves. A família alega que a equipe do filme foi negligente e irresponsável, por isso teria culpa pelo acidente fatal.

American Made traz Cruise como o ex-piloto comercial Barry Seal, que contrabandeou grandes quantidades de drogas para os EUA em nome do cartel de Medellín, além de trabalhar para a CIA. O filme está previsto para setembro de 2017.