Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Emmy 2017: acompanhe a premiação ao vivo

Premiação acontece neste domingo e será transmitida no Brasil pelos canais pagos TNT e TBS às 20 horas (horário de Brasília)

Mais importante premiação da televisão americana, O Emmy acontece neste domingo, com festa em Los Angeles, na Califórnia. Entre os indicados estão as séries Westworld, Stranger Things, This Is Us, Veep, Master of None e Unbreakable Kimmy Schmidt, e os atores Julia Louis-Dreyfus, Nicole Kidman, Sterling K. Brown, Jeffrey Tambor e Elisabeth Moss.


Confira tudo o que aconteceu na festa:

23:59: Desbancando Stranger Things, a favorita, The Handmaid’s Tale vence a estatueta de melhor série dramática. Na hora do agradecimento, Margaret Atwood, a autora do livro que inspirou o seriado, sobe ao palco, aplaudida de pé.

23:55: Elisabeth Moss, a Offred de The Handmaid’s Tale, ganha o prêmio por melhor atriz em série dramática. Muito merecido.

23:51: O troféu de ator em série dramática vai para Sterling K. Brown, da melodramática This Is Us. O americano, aliás, sobe ao palco da premiação pelo segundo ano seguido – em 2016, foi por The People vs. O.J. Simpson: American Crime Story. O ator conta que está realizando um sonho. “Walter White já ganhou esse prêmio? Dick Whitman ganhou esse prêmio?”, disse, fazendo referência a outros personagens, de Breaking Bad e Mad Men, que já levaram a estatueta.

23:43: Big Little Lies leva por melhor série limitada. Foi, de fato, um grande hit da HBO do último ano – e era a favorita na categoria, apesar de concorrer com as fortes The Night Of e Feud: Bette and Joan.

23:40: Black Mirror: San Junipero vence o troféu de melhor filme para a TV. “Façam amor, uns com os outros, ou com vocês mesmos, e o mundo será um lugar muito melhor”, clamou Charlie Brooker, criador da série.

23:35: Nicole Kidman ganha seu primeiro Emmy da carreira, como atriz em série limitada ou filme para a TV pelo papel de Celeste em Big Little Lies. Esperado, sim, e merecido. “(Esse papel) Foi minha chance de falar sobre violência doméstica. É uma doença insidiosa e existe mais do que a gente imagina, em segredo, e reconhecer que isso existe é muito importante”, disse.

23:31: Riz Ahmed, protagonista de The Night Of, vence o prêmio de melhor ator em série limitada ou telefilme. Em seu discurso, o ator agradeceu a James Gandolfini, um dos criadores da série, que morreu antes de poder vê-la no ar. “Este programa destacou alguns dos preconceitos, das fobias da nossa sociedade, das nossas injustiças”, disse também.

23:21: Pela terceira vez consecutiva, Veep ganha a estatueta por melhor série cômica. “Estamos procurando trabalho na TV ou em filmes”, disse o produtor do seriado, David Mandel, em seu discurso, aludindo ao fato de que a série terá sua última temporada no ano que vem.

23:18: Nada surpreendente: Julia Louis-Dreyfus ganha o troféu de melhor atriz em série cômica por Veep. É sua sexta vitória – um recorde. Nenhuma outra atriz venceu tantas vezes pelo mesmo papel. “Tínhamos um episódio sobre impeachment, mas não exibimos porque imaginávamos que outra pessoa poderia sofrer um impeachment antes”, disse a atriz em seu discurso. Alô, Trump.

Julia Louis-Dreyfus em 'Veep'

Julia Louis-Dreyfus em ‘Veep’ (HBO/Divulgação)

23:16: Donald Glover volta ao palco, desta vez para receber o prêmio de melhor ator em série cômica por Atlanta. Muito merecido!

23:13: Stephen Colbert e Jimmy Kimmel dão aquela alfinetada em John Oliver, dizendo que estão bebendo um drink britânico chamado Last Week Tonight. “Eles só conseguem fazer um por semana”. Seria inveja porque Oliver tirou o prêmio deles?

23:05: Last Week Tonight with John Oliver volta a vencer uma estatueta, a de melhor talk show.

23:01: Don Roy King, ícone do Saturday Night Live, ganha o prêmio de direção de programa de variedades.

22:56: Agora, a homenagem aos artistas, produtores, roteiristas e diretores que morreram no último ano. Entre eles estão Glenn Campbell, Zsa Zsa Gabor, Adam West, John Heard, Robert Osborne, Jay Thomas, Nelsan Ellis, Bill Paxton, Roger Moore, Carrie Fisher, Debbie Reynolds, John Hurt, Miguel Ferrer, Martin Landau, Richard Hatch, Florence Henderson, Jerry Lewis e Don Rickles.

22:50: Fãs de Black Mirror, comemorem: Charlie Brooker ganha o prêmio de roteiro em série limitada ou filme para a TV pelo episódio San Junipero.

22:47: O piloto de The Handmaid’s Tale, que já ganhou o prêmio de roteiro, leva agora o de direção de série dramática. Reed Morano, a diretora, sobe ao palco para receber o troféu. “Lizzie, você é minha inspiração suprema”, disse, acenando à protagonista, Elisabeth Moss. 

22:38: The Voice leva o prêmio como melhor reality show – pela quarta vez desde que estreou, em 2011.

22:35: Master of None ganha por roteiro de série cômica. Merecidíssimo. O episódio premiado foi o de Ação de Graças – que mostra o feriado ao longo de vários anos passado pelos amigos Dev (Aziz Ansari) e Denise (Lena Waithe). Lena, que é lésbica, fez um aceno à diversidade em seu discurso de agradecimento. “As coisas que nos fazem diferentes são super poderes”, disse.

22:24: Ann Dowd, de The Handmaid’s Tale, surpreende e leva a estatueta de melhor atriz coadjuvante em série dramática. Todos esperavam que o prêmio fosse para Thandie Newton, de Westworld. Pela reação de Ann, nem ela acreditava que poderia ganhar.

22:21: Last Week Tonight with John Oliver ganha o prêmio de melhor roteiro em programa de variedades.

22:18: A drag mais famosa do mundo, Rupaul, faz uma participação especial como “a Emmy” – a estatueta da premiação. “O Oscar é bonitinho, namorei com ele por um tempo. Mas não acredito em um homem nu que segura uma espada.”

22:10: Dobradinha de Big Little Lies: Alexander Skarsgard vence o prêmio de melhor ator coadjuvante em série limitada ou telefilme. Agradeceu à sua mãe, que veio da Escócia para vê-lo subir ao palco como vencedor. “Obrigado também por me dar à luz”, disse. Fofo.

22:06: Como esperado, Jean-Marc Vallée, de Big Little Lies, ganha o troféu por melhor direção em série limitada ou filme para a TV. “Obrigado, garotas, por me fazerem brilhar. Por suas palavras, brilhantismo, inteligência, humor, criatividade”, disse o diretor, voltando-se às atrizes da série, Nicole Kidman, Reese Witherspoon, Shailene Woodley e Laura Dern.

21:56: Alec Baldwin, intérprete do presidente Donald Trump em Saturday Night Live, leva a estatueta de ator coadjuvante em série cômica. “Acho que eu deveria dizer: senhor presidente, finalmente, aqui está o seu Emmy”, começa o ator no discurso – cutucada em Trump, que já reclamou que nunca ganhou um Emmy por The Apprentice.

21:52: O prêmio de roteiro em série dramática vai para The Handmaid’s Tale. O troféu é pelo piloto, realmente um episódio impactante, que apresenta ao público a fria e cruel realidade do mundo de Gilead, um distópico Estados Unidos.

21:49: Stephen Colbert faz um esquete engraçadinho brincando com o mundo de Westworld. Detalhe: aparece nu.

21:43: Saturday Night Live vence por melhor série de esquetes.

21:39: Donald Glover, de Atlanta, ganha o troféu por direção em série cômica pelo sétimo episódio do seriado. O ator, que também protagoniza a ótima produção, faz um discurso protocolar.

21:36: Até aqui, poucas surpresas na entrega das estatuetas. O Emmy honra sua tradição como a premiação americana mais previsível.

21:29: Laura Dern, favorita, realmente ganha como melhor atriz coadjuvante em série limitada ou filme para a TV em Big Little Lies, sensação da HBO. “Tenho orgulho de refletir mulheres ferozes, que encontram a sua voz.”

21:27: Kate McKinnon, de Saturday Night Live, leva a estatueta por melhor atriz coadjuvante em série cômica pelo segundo ano seguido.

21:18: O primeiro prêmio da noite é de ator coadjuvante em série dramática, que vai para John Lithgow, intérprete do primeiro-ministro britânico Winston Churchill na série da Netflix The Crown. “Obrigado, Winston Churchill”, agradeceu o ator.

21:16: Sean Spicer, ex-porta-voz da Casa Branca, apareceu para a festa! O público ficou bastante surpreso:

21:12: “A maior estrela da TV do ano passado foi Donald Trump”, continua Colbert. “Donald Trump foi indicado várias vezes ao Emmy por The Apprentice, mas nunca ganhou. Por que vocês nunca deram um Emmy a ele? Se ele tivesse ganhado, ele nunca teria se candidatado à presidência. É culpa de vocês. (…) Ao contrário da presidência, o vencedor do Emmy é escolhido por voto popular.”

21:08: Conhecido por seu humor ácido contra o presidente americano Donald Trump, Colbert começou o ataque. “São mais de 450 produções. Ninguém consegue ver tanta televisão, a não ser o nosso presidente. Boa noite, majestade!”, disse.

21:01: Começou! Stephen Colbert, o mestre de cerimônia desta edição, apresenta seu número de abertura. Surpreendentemente, o americano, do talk show The Late Show, escolheu fazer uma apresentação musical com participação dos indicados, como This Is Us, Veep e Stranger Things.

20:38: Animado para a premiação? Quer saber quem são os favoritos? Confira:

Veja também