Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em vídeo, Vera Fischer imita Gloria Pires no Oscar

‘Não tenho opinião formada’, ironizou ao ser questionada sobre o momento político brasileiro

Ao comentar a nova peça que protagoniza, Ela é o cara, que estreou nesta sexta-feira, a atriz Vera Fischer falou sobre seus medos, relacionamentos e até envolvimento com as drogas – mas não quis entrar na política. “Tô nem aí. O que é ruim é ruim, a gente não participa”, disse à TV Folha, do jornal Folha de S. Paulo (assista ao vídeo abaixo).

Vera inda parafraseou a colega Gloria Pires e ironizou: “Podia ficar igual a Gloria Pires: não tenho opinião formada”. “Se a entrevista estiver cumprida, não bota isso aí, não. Mas se não estiver, pode botar”, acrescentou.

Solteira há mais de uma década, Vera disse que mentiu em uma entrevista quando disse que tinha um namorado, mas que não podia revelar quem ele era. “Eu inventei que tinha um namorado que cozinhava pra mim, fazia alcachofra”, disse aos risos. “Imaginação é comigo mesma.”

Questionada sobre seu envolvimento com as drogas, ela logo esclareceu. “Nos anos 80, as pessoas com as quais eu andava, todas cheiravam cocaína. Nos anos 60, era LSD e eu não participei disso porque era muito guria”, explicou. “Eu usei mesmo [cocaína]. Foi ótimo e depois acabou. Também era a única droga [que usava] porque eu não gosto de ficar três dias vendo morango no lugar de porco. Não gosto disso, não. Eu gosto de estar elétrica, mas já passou essa fase”, concluiu.