Em defesa do casamento gay, Katy Perry discute com político

Durante participação em programa de rádio australiana, a cantora se mostrou contrária à posição de Tony Abbott, e defendeu casamento homossexual

A cantora Katy Perry discutiu nesta quinta-feira com o parlamentar conservador Tony Abbot durante uma participação em um programa de rádio australiano. Isso porque Katy defendeu o casamento entre pessoas do mesmo sexo – criticado pelo partido de Abbot.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Katy Perry é acusada de plágio em música e clipe

Namorados, John Mayer e Katy Perry lançam música juntos

Katy Perry teve de dar satisfação a Kristen sobre Pattinson

“Isso não é uma questão política. Vamos falar sobre o casamento gay (…) Gosto de você como ser humano, mas eu não poderia te dar meu voto. Eu não me identifico com suas políticas e isso é o que o povo deveria estar fazendo”, declarou Katy durante o programa da rádio 2DayFM.

O partido de Abbott, que lidera as enquetes de intenções de voto para as eleições do próximo dia 7 de setembro, se opõe abertamente ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Enquanto isso, o atual primeiro-ministro da Austrália e líder do Partido Trabalhista, Kevin Rudd, se comprometeu a promulgar um projeto de lei para legalizar a união entre homossexuais se alcançar a reeleição.

Posteriormente, Abbott, cuja irmã já declarou publicamente sua homossexualidade, disse estar “respeitosamente em desacordo” com a cantora após a discussão no programa. “Com todo meu respeito, estou em desacordo com várias pessoas sobre esse tema, entre elas minha própria irmã. Mas, sem dúvidas, nós continuaremos com nossa política”, declarou o líder conservador.

(Com agência EFE)