Em ‘A Fazenda’, Geisy faz amizade com um burro

Cena típica de reality show: preocupado com a sua imagem, um participante tenta manipular a audiência criando cenas em que fala sozinho, como se fosse a coisa mais normal do mundo. Ou, como se também fosse uma ação natural do ser humano, e como se o espectador fosse bobo e não percebesse a estratégia, de repente entabula conversas – em que só o próprio fala, é claro – com um animal. Foi o que aconteceu com o brutamontes Theo Becker em A Fazenda 1, quando se viu isolado no programa, e nesta terça com a ex-estudante Geisy Arruda, integrante da terceira edição do reality.

“Todo mundo pode achar que você é burro, por isso não é tão badalado quanto os cavalos. Mas você tem coração”, disse uma bucólica Geisy ao burro Amoroso, seu mais novo amigo de infância, pouco depois de brigar com a modelo Lisi Benitez, companheira de confinamento.

Tudo começou quando Piu-Piu, singela alcunha de Lisi, sugeriu que, numa tática a la Luciana Gimenez, Geisy falava errado só para chamar a atenção. Numa defesa confusa, que não confirmava nem negava o ataque, a ex-estudante da Uniban declarou que gosta de falar errado. E contra-atacou dizendo que Piu-Piu só era conhecida pelo corpo que tinha. Ao que a modelo, mantendo o alto nível do diálogo, retrucou que pelo menos o corpo ela tinha de bom.

Farpas trocadas, cada uma seguiu para o seu lado, recrutando apoiadores entre os colegas de programa. Piu-Piu desabafou com Viola. Geisy, por sua vez, alugou os ouvidos do cantor Tico Santa Cruz, dos atores Ana Carolina Dias e Dudu Pelizzari, do maquiador Carlos Carrasco e da apresentadora Monique Evans, de quem mais tarde diria admirar os vestidos. Monique, aliás, é uma fonte indicada para esses casos: especialista em barracos – protagonizou vários no programa -, já pode ser consultora. Geisy ainda foi ao curral atrás das orelhas do burro Amoroso. “Não é à toa que você se chama Amoroso. Você me deixa feliz”, se derreteu a ex-estudante, já marcando compromissos com o novo amigo. “Amanhã, vamos brincar de correr.”

Leia também:

Uniban é condenada a pagar 40.000 reais a Geisy Arruda