Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dupla Lucas e Orelha vence a edição 2015 do ‘SuperStar’

Baianos comparados a Claudinho & Buchecha tiveram 64% dos votos do público. Banda Scalene ficou em segundo lugar, com 55%

Não foi nem óbvia nem surpreendente a decisão do SuperStar 2015, o reality show de bandas da Globo que encerrou sua segunda temporada na noite deste domingo. Um dos concorrentes favoritos ao título, a dupla Lucas e Orelha chegou lá deixando para trás outros igualmente fortes, como a banda Scalene, que já tocou até no Lollapalooza, e o grupo paraibano Dois Africanos, que faz uma mistura muito interessante de ritmos, além de Versalle, grupo de rock de Rondônia que mostrou ter público cativo. A escolha também não parece ter sido a mais óbvia do público se levada em consideração a votação que a dupla, comparada desde o início aos cariocas Claudinho & Buchecha, teve uma semana antes: no domingo anterior, Lucas e Orelha tiveram 62% dos votos do público e ficaram atrás de Scalene, que acabou como vice-campeã do reality show.

LEIA TAMBÉM:

A uma semana do fim, ‘SuperStar’ perde para Silvio Santos

​Falha em apresentação escancara playback no ‘SuperStar’

Sandy, a jurada fofa que ninguém quer no ‘SuperStar’

Na grande final do programa, no entanto, Lucas e Orelha deixaram Scalene bem para trás: o placar foi de 64% contra 55% da banda de rock. Como em um Xou da Xuxa, os meninos da Bahia, que apresentaram a música Menina Nerd, mandaram beijos para os pais ao agradecer pela vitória. “Quero agradecer ao Brasil, mas antes de mais nada quero agradecer ao coroa e a minha mãe que está em casa. Muito obrigado por tudo. Acho que vou te dar uma vida melhor agora”, disse Orelha.

No site do SuperStar, é possível baixar a música campeã, Menina Nerd, e também Por quê?, da dupla, além de outras faixas dos demais concorrentes.

Final – Durante o episódio derradeiro do reality, as bandas foram eliminadas uma por vez, após cada apresentação. O primeiro concorrente a deixar o programa foi Dois Africanos, que cantou a autoral Todos Humanos e teve 54% dos votos. Ao término, plateia e jurados ficaram de pé para aplaudir o grupo dos vocalistas Izy e Opai BigBig. Sem muito tempo para discursos, a apresentadora Fernanda Lima permitiu breves agradecimentos e logo anunciou a presença da banda Malta, vencedora da primeira temporada de SuperStar, e ressaltou o número de vendas de discos, prêmios e seguidores nas redes sociais do grupo – uma maneria de tentar ressaltar a importância de sair vencedor da atração.

Versalle abriu a segunda parte do programa com a autoral Tão Simples, música que pareceu animar somente aos amigos e familiares do grupo presentes no estúdio. Sem prezar pela melodia, composição e originalidade, a canção marcou mais pela gritaria do vocalista Criston Lucas e pelas caras e bocas dos outros integrantes, sendo aprovada por 53% dos espectadores. Já a dupla Lucas e Orelha cantou a original Por Quê? e conquistou 59% dos votos, mesma pontuação de Scalene, que subiu ao palco com Legado, música composta pelo grupo. Mesmo com a torcida de Sandy, a banda Versalle ficou na terceira colocação e deixou o reality show.

A velocidade com que o programa foi conduzido, com apresentações e eliminações seguidas, não permitiu comentários digressivos dos jurados, que se limitaram a dizer para quem torciam, que todos “eram vencedores” e que gostariam de, um dia, fazer parceria com os grupos.

Por fim, o embate decisivo ficou entre a dupla Lucas e Orelha e Scalene, que tocou a autoral A Luz e a Sombra, música que segue a fórmula batida da banda, com ritmo lento no início e uma explosão de emoções no refrão. Para piorar, o vocalista interrompeu o início da canção, por ela estar “dois compassos acima”. A intervenção não ajudou e a banda teve que se contentar com o segundo lugar.