Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Demitido por assédio, apresentador da Fox recebe US$ 25 milhões

Bill O'Reilly era um dos grandes nomes da emissora

Demitido nesta quarta-feira pela Fox News após ser acusado de assédio, o apresentador Bill O’Reilly vai sair da emissora com um gordo acordo. Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, ele vai receber o montante de 25 milhões de dólares, valor que equivale a um ano de seu salário na casa.

Dono de uma das maiores audiência da TV a cabo americana, O’Reilly estava na emissora há mais de 20 anos, período em que se consolidou como um dos principais comentarista políticos conservadores na imprensa do país.

A demissão, na quarta, foi acompanhada de uma série de publicações de O’Reilly em seu seu perfil no Twitter. Nas mensagens, ele afirmava não guardar rancor da decisão e desejava “apenas o melhor” para a Fox. No início de abril, Wendy Walsh, que participava do programa The O’Reilly Factor como convidada regular, procurou a emissora para reportar um caso de assédio sexual por parte do apresentador. Segundo Wendy, O’Reilly impediu que ela conseguisse um trabalho na emissora depois de ela negar seu convite para encontrá-lo em seu quarto de hotel após um jantar, em 2013.

O acordo não agradou alguns funcionários da emissora, que acreditam que o montante oferecido ao apresentador contradiz o ambiente de respeito e confiança que os diretores executivos da 21st Century Fox afirmavam existir na casa. Foi assim que eles definiram a Fox News na carta que anunciava o desligamento de Bill O’Reilly do canal.

Em 2016, o fundador e então CEO da companhia, Roger Ailes, também foi demitido também sob acusações de assédio sexual, e embolsou cerca de 40 milhões de dólares no acordo.