Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com ’25’, Adele é a artista que mais vendeu discos em 2016

Último álbum da britânica foi lançado em novembro de 2015

Adele voltou a se mostrar imbatível e terminará 2016 como a artista que mais vendeu discos no mundo, graças a seu último trabalho, 25lançado em novembro de 2015–, com quase dois milhões de cópias à frente de Lemonade, de Beyoncé. De acordo com a lista divulgada nesta quarta-feira pelo site United World Charts, a britânica vendeu 4,6 milhões de unidades em 2016, se tornando campeã de vendas pelo segundo ano consecutivo (em 2015 também foi número 1 com 25, com quase 15 milhões).

A britânica também foi a artista de maior sucesso comercial durante dois anos seguidos com seu álbum anterior, 21 (2011), que ainda se mantém entre os 25 mais vendidos, cinco anos após seu lançamento.

Na segunda posição aparece a americana Beyoncé, com Lemonade, trabalho que por decisão da própria cantora não chegou à plataforma de streaming Spotify, mas que se destaca em quase todas as listas dos melhores discos de 2016, com 2,6 milhões de cópias vendidas, e o favorito aos principais prêmios do Grammy 2017.

Logo atrás, por uma diferença de 38 mil unidades, vem o disco Views, do rapper canadense Drake, que foi o artista mais reproduzido no Spotify ao longo do ano. Em seguida aparecem outros dois álbuns lançados no final de 2015: Purpose, de Justin Bieber (2,3 milhões de cópias vendidas), e A Head Full of Dreams, do Coldplay (2,1 milhões).

Em sexto vem Blackstar, de David Bowie (1,9 milhão); na sequência, Blurryface, do Twenty One Pilots (1,6 milhão); Anti, de Rihanna (1,4 milhão); Hardwired… To Self-Destruct, do Metallica (1,3 milhão) e This is Acting, da cantora Sia (1,3 milhão), outro disco de 2015.

Entre os 20 primeiros vale destacar alguns lançamentos que marcaram o retorno de artistas após vários anos sem novidades no mercado, como The Getaway, do Red Hot Chili Peppers (número 11, com 1,2 milhão), A Moon Shaped Pool, do Radiohead (número 13, com 1,1 milhão) e 24K Magic, de Bruno Mars (número 19, com 1 milhão).

(Com agência EFE)