Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chocólatras Anônimos é a melhor doceria de Porto Alegre

De tortinhas com coberturas generosas a sorvetes e bebidas, quase tudo nesta rede de nove lojas leva chocolate. Ainda bem!

Em 2003, a carioca Sony de Barros Monteiro decidiu retomar, em Porto Alegre, a marca de doces que havia fundado em sua cidade natal doze anos antes. Surgiu, assim, o primeiro endereço da Chocólatras Anônimos na capital gaúcha. Tratava-se de uma pequena fábrica que recebia a clientela sem muita estrutura. A loja propriamente dita veio só em 2012, numa casinha de porta vermelha montada por Sony em parceria com seu filho, o fotógrafo Pedro Monteiro Sevante, na Rua Dinarte Ribeiro. A clientela fanática por chocolate passou a encontrar ali perdições como o chococookie (R$ 13,00), uma base de brownie coberta por musse de chocolate branco com pedaços de cookie. Para dar ainda mais água na boca, a calda é colocada só na hora de servir. Hoje com outras oito unidades (a mais recente foi inaugurada em julho, no shopping Paseo Zona Sul), a rede oferece de chocolate quente (R$ 10,00) a sorvetes (R$ 14,00 a bola com calda) e cheesecakes (R$ 13,00), que podem levar o ingrediente em sua composição. As campeãs de pedidos são as tortinhas tricolor (R$ 13,00), de trufa branca e ao leite mais musse meio amarga, e a chocotrufa (R$ 13,00), de cookie com camadas de musse e trufa. Mais simples e menos calórico, o brigadeiro belga (R$ 4,00) é boa sugestão para acompanhar a xícara de expresso (R$ 4,50), feito com grãos do Café do Mercado.

Rua Dinarte Ribeiro, 155, Moinhos de Vento, (51)3092- 0155 (15 lugares). 10h/22h30 (dom. até 21h). Mais oito endereços. Aberto em 2012.

2º Lugar – Diego Andino Pâtisserie

A loja foi remodelada e ganhou vitrines diferentes para os doces, as tortas e os salgados. Todas são abastecidas com as produções do chef Diego Andino, conhecido pela finalização cuidadosa dos itens. O mil-folhas pode ser preenchido por ganache de chocolate, limão-siciliano ou creme (R$ 6,90 o míni e R$ 16,90 o grande). Novidade, a sobremesa royal combina biscuit, creme de confeiteiro, massa folhada, geleia artesanal de framboesa e morango orgânico (R$ 16,90). O cardápio de salgados inclui a tartine de salmão defumado, cebola-roxa e bechamel (R$ 25,00).

Rua Artur Rocha, 795, Mont Serrat, (51) 3264-4198 e 99621-1674 (50 lugares). 10h/19h30 (sáb. a partir das 9h; fecha dom.). Aberto em 2004.

 

3º Lugar – El Churrero

Prestes a completar três anos, a casa aumentou o cardápio e passou a incluir o vulcano, um copo de 600 mililitros preenchido por churros tradicionais mergulhados em sorvete de creme com cobertura de doce de leite (R$ 16,00). Avulsos, os churros custam R$ 8,00 ou R$ 10,00 (com cobertura). Podem vir na massa tradicional ou na dark, que lembra um brownie.  Goiabada, avelã com cacau, baunilha e doce de leite são alguns dos recheios mais pedidos. Alternativa salgada, as empanadas de frango e de espinafre repousam nas vitrines (R$ 8,00 cada uma).

Rua Bento Figueiredo, 26, Bom Fim, (51)98298-4266 (20 lugares). 13h/20h (qui. até 21h; dom. e feriados 14h/19h; fecha seg.). Aberto em 2014.