Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chef estrelado fala do uso crescente de cocaína em restaurantes

O cozinheiro e apresentador Gordon Ramsay disse que já chegaram a pedir a ele um suflê polvilhado com a droga

O chef Gordon Ramsay, apresentador dos programas americanos de culinária Hell’s Kitchen e MasterChef, revelou que o uso de cocaína em restaurantes é crescente. Em entrevista à Radio Times, Ramsay disse que já teve clientes que lhe pediram um suflê polvilhado com a droga e que um outro freguês levou um prato ao banheiro para cheirar a cocaína e depois pediu um limpo para se servir.

O cozinheiro descreveu a droga como o “pequeno segredo sujo da hospitalidade da indústria gastronômica” que ninguém comenta, e disse que fez um teste em todos os banheiros de seus 31 restaurantes. Somente um deles não continha traços de cocaína. Mas foi o episódio em que o cliente voltou do sanitário pedindo que um garçom trocasse seu prato que o fez despertar para a necessidade de falar sobre o assunto. “Foi o inicio de todo o dilema sobre quão longe isso já foi”, comentou o chef.

Como consequência, Ramsay está lançando uma série documental do canal no assinatura europeu ITV, chamada Gordon Ramsay on Cocaine, que estreia no próximo dia 19.

Suas experiências também são pessoais. Em 2003, um de seus principais cozinheiros, David Dempsey, morreu de overdose. Os problemas também existem em casa. Seu irmão é viciado em heroína há muito tempo e os dois estão sem contato atualmente.

“Eu queria entender o ‘mundo’ da cocaína desde que eu perdi um dos meus chefs em Chelsea, e queria entender por que isso está se tornando uma tamanha epidemia dentro da culinária”, explicou à rádio.