Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Globo pede desculpas à figurinista e nota é lida no ‘Jornal Hoje’

Ator José Mayer reconheceu que errou no caso em que foi denunciado por assédio sexual por Susllem Meneguzzi Tonani

A carta aberta em que o ator José Mayer reconhece ter errado com a figurinista Susllem Meneguzzi Tonani, que o acusa de assédio sexual, foi lida na tarde desta terça-feira no Jornal Hoje pelo jornalista Evaristo Costa. O telejornal é um dos principais da Rede Globo. Evaristo também afirmou que o canal apoia a campanha feita por suas funcionárias contra o assédio, com participação de diversas atrizes de primeiro time, e que produção do jornalístico procurou Susllem para ouvi-la depois da divulgação da carta, mas ela não foi encontrada para comentar o texto.

Veja também

Nesta segunda, a Globo informou que suspendeu José Mayer, retirado de O Sétimo Guardião, a próxima novela de Aguinaldo Silva para a faixa das nove da Globo, que entrará no ar em 2018. A produção deve substituir um folhetim de Walcyr Carrasco, que entrará no lugar de A Força do Querer, de Gloria Perez, no ar desde ontem. A emissora define a decisão como uma atitude isenta e responsável, no sentido “de não dar visibilidade a uma das partes envolvidas numa questão que é visceralmente contra tudo aquilo em que a Globo acredita”.

O próprio Evaristo Costa aderiu nesta terça-feira à campanha “Mexeu com uma, mexeu com todas”, que envolve atrizes como Sophie Charlotte, Bruna Marquezine, Drica Moraes, Camila Queiroz, Luísa Arraes, filha do diretor Guel Arraes, e Alice Wegmann, ex-colega de elenco de José Mayer em A Lei do Amor, folhetim que acaba de sair do ar.

Confira o texto lido por Evaristo Costa no Jornal Hoje e também divulgado pela Comunicação da Globo:

“Em relação à denuncia de assédio envolvendo o ator José Mayer e a figurinista Susllen Tonani, a Globo reafirma o teor da nota divulgada na última sexta-feira, quando afirmou que o caso foi apurado e que as devidas providências estavam sendo tomadas. Naquela nota, a emissora enfatizou que repudia toda e qualquer forma de desrespeito, violência ou preconceito. E que zela para que as relações entre funcionários e colaboradores se deem em um ambiente de harmonia de acordo com o Código de Ética e Conduta do Grupo Globo. Esta convicção da Globo foi reafirmada para um grupo de atrizes, diretoras e produtoras, reunidas no domingo à noite, quando a emissora informou que, apurado o caso, tomou a decisão de suspender o ator José Mayer de produções futuras dos estúdios Globo por tempo indeterminado. O ator foi notificado na segunda-feira dessa decisão. Sobre a iniciativa de funcionários, colaboradores e executivos de usar hoje camisetas com os dizeres ‘Mexeu com uma, mexeu com todas’, a Globo se solidariza com a manifestação, que expressa os valores da empresa. O ator José Mayer, de enorme talento e com grandes serviços prestados à Globo e as artes brasileiras, certamente terá oportunidade de expressar seus sentimentos em relação ao triste episódio e esclarecer que atitudes pretende tomar. A Globo lamenta que Susllen Tonani tenha vivido essa situação inaceitável num ambiente que a emissora se esforça cotidianamente para que seja de absoluto respeito e profissionalismo. E, por essa razão, pede a ela sinceras desculpas”.

Vídeo Show

O assunto também pautou o Vídeo Show. O comunicado da Globo e a carta aberta de José Mayer foram lidas por Otaviano Costa e, logo em seguida, Sophia Abrahão, que também está no comando do programa, chamou três atrizes que apoiam a campanha “Mexeu com uma, mexeu com todas. Chega de assédio”, encabeçada por funcionárias da Globo contra o assédio sexual. Nathalia Dill, Débora Nascimento e Júlia Rabello participaram do programa para falar sobre a campanha.

“Eu mesmo, agorinha há pouco, em uma brincadeira, acabei soando um machismo feio, grosso, desordeiro”, disse Otaviano, fazendo referência a uma reportagem que havia sido exibida na atração sobre a briga entre Marcos e Marinalva no Big Brother Brasil – em uma discussão, o médico colocou o dedo em riste e apontou na cara da paratleta. Otaviano, rindo, falou que “agora ficou bom”, enquanto Sophia aparecia claramente desconfortável com a situação. “Depois eu fiquei mal, porque na tentativa de estimular uma brincadeira do BBB, vi o quão machista eu estava sendo e equivocado em aparentemente estimular um homem apontar o dedo na cara de uma mulher, coisa que eu nunca fiz e abomino”, disse o apresentador. “Todos nós estamos aprendendo com as todas essas transformações na nossa sociedade.”

Júlia concordou. “Todos nós, homens e mulheres estamos aprendendo e conversando sobre isso, ninguém é dono da verdade, não”, disse. “Vi isso em algum lugar, que essa cultura que coloca o homem tendo essa liberdade, que a gente chama de machismo, é como se fosse a água de um aquário em que todos nós somos peixes. A gente também está vulnerável. Eu também faço essas brincadeiras, eu também tenho que me educar e pensar, porque você fere vidas.”

Nathalia mencionou o caso de José Mayer agradecendo a Su Tonani por falar sobre o assédio que sofreu. “Queria muito agradecer a Su pela força dela. Porque só a partir da força dela que a gente está aqui e que a gente pode falar sobre essa ferida que está aberta aqui, na nossa sociedade, no nosso país e no mundo todo”, disse a atriz. “A questão não foi apenas o que aconteceu com ela, mas queremos tratar do assédio como um todo”, completou Débora.

 

O caso

Na madrugada da última sexta-feira, a figurinista Susllem Meneguzzi Tonani publicou um relato no blog #AgoraÉQueSãoElas, do jornal Folha de S. Paulo, em que afirma ter sido assediada por longo tempo por José Mayer. No texto, ela afirmou que o desconforto com o ator começou quando ele fez elogios “simples”: “Como você é bonita”, “como sua cintura é fina”, “como você se veste bem”. Depois, segundo ela, o assédio ficou mais pesado e ele teria dito: “Fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho” e “você nunca vai dar para mim?”, e culminou em fevereiro deste ano, quando ele tocou sua genitália, na presença de outras mulheres, que, segundo ela, não ficaram constrangidas e chegaram a rir da situação.

O ator primeiro negou ter assediado sexualmente a figurinista assistente da novela da Globo A Lei do Amor. “Respeito muito as mulheres, meus companheiros e o meu ambiente de trabalho e peço a todos que não misturem ficção com realidade”, disse o ator à Folha de S.Paulo. “As palavras e atitudes que me atribuíram são próprias do machismo e da misoginia do personagem Tião Bezerra (seu personagem na novela), não são minhas! Nesses 49 anos trabalhando como ator sempre busquei e encontrei respeito e confiança em todos que trabalham comigo.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Silvia Valle

    Respeito é uma palavra que não ter no dicionário dele.

    Curtir

  2. E o assédio das mulheres em cima dos atores? Hem? Já vi mulheres agarrando o cara de forma tão “violenta” que ele deve ter usado gelo para parar a dor.

    Curtir

  3. Pagar pelo erro é muito importante.
    Agora! Ouvir lição de moral da Rede Globo é realmente desesperador.

    Curtir

  4. Osmar Serrragem

    Pra que temos Policia, Direito Civil e Criminal? Cadeia e danos morais ja.

    Curtir

  5. Osmar Serrragem

    A moça fez b.o.? Já tem advogado?
    Ah…feministas amadoras…

    Curtir

  6. Lucia Regina

    Esse com certeza foi varrido da Globo.
    Se errou que pague pelos erros. Mas, vem cá ,a Globo correu montar essa
    campanha toda, com camiseta e tudo? Bruna Marquezine que nem no Brasil está.
    Quem diria a Globo dando lição de moral. Affff.

    Curtir

  7. Helio Cabral

    Ah me poupem de hipocrisia, moral e bons costumes? Onde? No BBB? Naquela imundície? Onde o diretor manda o casalsinho transar!

    Curtir

  8. sebastiao ferreira cantarino

    Zé, mulher quando não quer dá pro cara, nem o diabo dá jeito!

    Curtir

  9. Raimundo Lima

    Quem é a Rede Globo pra falar de moral? Essa emissora depois que o velhote Roberto Marinho morreu, se depravou contra a religião e os bons costumes do povo brasileiro mostrando fornicação entre gays em sua porno novelas.

    Curtir

  10. Clara Eñelee Kornetz Alves

    É a GoebellsNews correndo na frente para evitar o processo de indenização que vai tomar! Ontem, no O DIA, tem a notícia fofoqueira de que um diretor da Grobo comprou um apartamento de 3 milhões para seu namorado, claro, sem dar nomes. Trabalhar lá pode ser letal para homens machos!

    Curtir