Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Bingo’ é escolhido para representar o Brasil no Oscar

Filme inspirado em intérprete do Bozo vai concorrer a uma vaga na categoria de melhor filme estrangeiro

O Ministério da Cultura anunciou nesta sexta-feira que o filme Bingo – O Rei das Manhãs foi o eleito para representar o Brasil no Oscar 2018. A produção, escolhida por uma comissão da Academia Brasileira de Cinema, vai concorrer a uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro na premiação americana. O longa também foi o selecionado para representar o Brasil no Goya, o Oscar espanhol.

Inspirado na história de Arlindo Barreto, um dos atores que deram vida no Brasil ao palhaço Bozo, uma das principais atrações infantis da TV nacional nos anos 1980 e 90, o longa traz Vladimir Brichta na pele de Bingo, um homem que mergulha nas drogas e na “vida louca” nos bastidores, enquanto precisa manter escondida a sua identidade como o famoso palhaço da televisão.

Bingo desbancou filmes como Polícia Federal – A Lei É para Todos, uma produção milionária sobre a Operação Lava Jato, e Como Nossos Pais, sensível longa da cineasta Laís Bodanzky sobre uma mulher em um momento de crise (e virada), muito elogiada no Festival de Berlim deste ano.

Com um roteiro ágil, que mescla humor, drama e um número musical em um estilo hollywoodiano, Bingo pode ter chance junto à Academia de Cinema Americana. Precisa, agora, de uma campanha por lá.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Cláudio Moura

    É filme de terror? Brasileiro sabe fazer filme de terror? Pensei que só soubessem fazer pornografia e Filme de bandido. Tudo é claro paitrocinado pelo Minc e Ancine.

    Curtir

  2. Cláudio Moura

    Palhaços, pedófilos disfarçados.

    Curtir