Biel terá que doar R$ 4.400 à caridade por injúria a jornalista

Cantor fechou acordo com a promotoria e tem 30 dias para fazer o depósito em uma conta do Estado

O cantor Gabriel Araújo Marins Rodrigues, o Biel, fez um acordo com a promotoria nesta segunda-feira e deverá doar 4.400 reais a uma instituição de caridade pelo processo de injúria movido pela jornalista Giulia Pereira, segundo a advogada da repórter, Ana Paula Cortez. O cantor tem 30 dias para fazer o depósito em uma conta do Estado. A instituição a receber o valor ainda será definida pela Justiça.

A advogada afirma que Biel e Giulia conversaram e o cantor pediu desculpas à jornalista. “Ela aceitou as desculpas, não tem nada pessoal contra ele, não queria nada dele. Só queria que ele arcasse com as consequências dos seus atos e aprendesse a lidar com os profissionais que o cercam. Ela só queria que ele entendesse que não se faz o que ele fez.”

Durante uma entrevista, Biel chamou a jornalista de “gostosinha” e disse que a “quebraria no meio”. Giulia prestou queixa contra o cantor e a delegada que a recebeu entendeu que havia ocorrido assédio sexual por parte do músico. Mas Giulia e Ana Paula consideraram que não havia acontecido propriamente assédio, já que a lei 10.224 afirma que só há assédio sexual quando existe vínculo empregatício entre o acusado e a vítima. Por isso, elas entraram com uma queixa-crime de juízo de injúria.

Ana Paula explica que o acordo foi feito entre Biel e a promotoria – Giulia não teve qualquer participação na resolução. “A Giulia ficou satisfeita porque, bem ou mal, a Justiça foi feita. Tudo o que ela queria era que outros jornalistas não passassem pelo que ela passou. A gente não queria prejudicar ninguém.”

Esta foi a segunda audiência sobre o caso. À primeira, marcada para o dia 31 de agosto, o cantor faltou. Um oficial de Justiça havia entrado em contato com o pai de Biel, Sergio Rodrigues, que não sabia informar onde ele estava, dizendo apenas que estava viajando para cumprir a agenda de shows.

Relembre o caso

Giulia Pereira, 21, registrou boletim de ocorrência na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo, acusando o cantor de assédio sexual durante uma entrevista que ela fazia para o portal iG. Durante a conversa, gravada em áudio e vídeo, Biel chamou a repórter diversas vezes de “gostosa” e, ao saber que ela tinha uma idade próxima à dele, que tem 20 anos, disse: “Idade não significa nada. Se te pego, te quebro no meio”.

Quando o caso foi divulgado, em junho, Biel foi às redes sociais pedir desculpas, afirmando que havia amadurecido após a situação. Mas no fim de julho ele foi filmado em um show, cantando uma das frases que levaram a jornalista a denunciá-lo: “Tá gostosinha, te quebro no meio”. Depois, durante uma entrevista ao TV Fama, da RedeTV!, Biel, questionado sobre o que faria se voltasse a encontrar a jornalista, respondeu que a primeira coisa que faria seria falar sobre o quanto ela prejudicou sua carreira.

O funkeiro voltou a ser criticado quando usuários do Twitter resgataram diversas mensagens antigas postadas pelo jovem na rede social. Nos tuítes, Biel destilou preconceito e falou mal de muita gente, de Angélica a Fátima Bernardes. Poucos dias depois, ele anunciou que daria uma pausa na carreira para se dedicar a outras atividades, como os estudos, e afirmou que apenas cumpriria a agenda de shows que já estava marcada. Pouco mais de um mês depois, porém, ele voltou à ativa e publicou uma foto em que aparecia gravando em um estúdio.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcos Binelli

    Só isso????

    Curtir