Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Belchior é sepultado em Fortaleza depois de homenagem em Sobral

Com palmas, cantos, Belchior se despediu de Sobral ouvindo suas melhores músicas, dentre elas 'Como Nossos Pais'


O corpo do cantor Belchior foi sepultado na manhã desta terça-feira em Fortaleza, no cemitério Parque da Paz. Natural de Sobral, no Noroeste cearense, ele morreu no Rio Grande do Sul no último domingo após passar dez anos sem localização certa. Belchior vivia em Santa Cruz com a mulher, Edna Prometheu. Segundo irmãos, ele nunca deixou de produzir e tem várias composições novas. Ainda não se sabe o que será feito desse material inédito. O sepultamento contou com a presença de Edna, muito emocionada e amparada por uma cadeira de rodas, de irmãos e dois filhos, entre outros familiares. A princípio, a cerimônia seria fechada à família e a amigos, mas fãs acabaram aparecendo e participando. A despedida mais emocionante do cantor, porém, foi a ocorrida nesta segunda-feira em sua cidade natal, Sobral, onde foi velado.

Veja também

O velório acabou por volta das 11h40 desta segunda-feira. As lágrimas não tomaram conta somente dos familiares, mas também de outros que estavam presentes. Com palmas, cantos, Belchior se despediu de Sobral ouvindo suas melhores músicas, dentre elas Como Nossos Pais, entoada pelos fãs na saída do teatro São João. Aos gritos, fãs se despediram na saída do caixão, que foi levado no carro do Corpo de Bombeiros até o aeroporto de Sobral, embarcando para Fortaleza.

Pela manhã, uma multidão fez fila para se despedir do cantor e compositor. O corpo do cantor chegou em Sobral em um jato particular, por volta das 7h30. O caixão foi conduzindo até a praça São João em um carro do Corpo de Bombeiros e levado por oficiais, além do prefeito da cidade, Ivo Gomes, até o palco do teatro São João, onde ocorreu o velório.

Veja também

O velório seguiu até 11h no histórico teatro São João e, em seguida, o corpo foi levado de volta para ser sepultado em Fortaleza. Os irmãos ficaram em espaço reservado próximo do caixão, no palco do teatro. Milhares de fã emocionados chegaram a cantar em coro e palmas, o repertório de Belchior durante a visitação.

Às 10 horas, houve uma parada para uma apresentação musical, composta por um dueto de fãs do cantor, com suas músicas, que foram acompanhadas em coro pelos presentes. Em seguida, a bênção do padre Jairo: “Obrigado por ter escolhido voltar para o seu povo, Belchior”. O pároco foi acompanhado por intensas palmas.

No domingo, 30, artistas plásticos e grafiteiros fizeram uma homenagem ao cantor, estampando sua caricatura em um muro na periferia da cidade. A obra, segundo o grafiteiro Jonas Sampaio, representa a partida dele para uma outra dimensão. “As letras musicais formam as asas que o faziam flutuar na melodia de suas músicas, e agora são as asas de um anjo que partiu.”

(Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Sou/era fa do Belchior, mas nao entendi o motivo da bandeira do Brasil sobre o caixao. Isso nao se faz!

    Curtir

  2. Guilherme Oliveira

    Tem boas músicas realmente… E colocar a bandeira do Brasil sobre o caixão tem tudo a ver!… Porque o Brasil é uma terra de larápios e Belchior deu um grande golpe financeiro deixando enorme dívida e fugiu para o Uruguai e depois veio para Santa Cruz… Bom compositor e muito mau caráter.

    Curtir