Bailarina entra com processo trabalhista contra Anitta

Dany Possidonio afirmou que trabalhou com interprete de 'Bang' por 6 anos sem contrato assinado e foi demitida depois de desentendimento durante show

Anitta pode estar investindo em uma carreira no exterior, mas enfrenta problemas em casa. De acordo com o jornal Extra, a cantora está sendo processada por uma de suas bailarinas mais antigas, Dany Possidonio, que exige na Justiça a regularização de seus direitos trabalhistas.

Dany Possidonio trabalhou com Anitta por seis anos, mas nunca teve um contrato assinado. No período, teria recebido apenas um cachê por apresentação que fazia, mas nada por seus direitos trabalhistas. Após uma briga com a cantora na coxia de um show, a intérprete de Bang teria pedido para demitirem a dançarina. 

Um oficial da Justiça teria tentado notificar a cantora em sua casa três vezes, após a abertura do processo, mas não a teria encontrado. Por isso, a primeira audiência, que estaria marcada para três semanas atrás, teve que ser adiada.

Em uma nota enviada a VEJA, a assessoria de imprensa da Redamoinho, empresa de Anitta, esclareceu que soube do caso pela imprensa e, até o presente momento, não recebeu nenhuma notificação oficial. Ainda afirmaram que Dany era uma  prestadora de serviços eventual, que participava de poucos shows ao mês e que, por isso, não tinha vínculo empregatício com a empresa, mas todos os débitos foram quitados com a profissional.