Ativistas protestam contra exploração sexual no Carnaval

Integrantes do grupo Femen caminharam seminuas pelo aeroporto do Galeão

Representantes do grupo Femen no Brasil protestaram na manhã desta sexta-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, contra a exploração sexual no Carnaval. Com cartazes em vários idiomas anunciando promoção de “garotas”, as ativistas caminharam pelo saguão do aeroporto até serem barradas por seguranças.

Curiosos, turistas e brasileiros fotografaram as mulheres – seminuas e com cifrões pintados no corpo. O Femen, que nasceu na Ucrânia em 2008, tem como uma das principais bandeiras o fim de práticas como o turismo sexual e a exploração sexual de adultos e crianças.

Leia também: