Anitta sobre ‘Paradinha’ e a carreira internacional: ‘Nível raro’

Cantora lançou nova música em espanhol, 'Paradinha', e contou que está estudando há muitos anos para entrar no mercado latino

Anitta deu mais um passo na carreira internacional com o lançamento, nesta quarta-feira, de Paradinha, música que canta em espanhol, apesar do título em português. Anitta, que já conta com uma participação na canção Ginza, de J Balvin, e uma parceria com o também colombiano Maluma na faixa Sim ou Não, diz ter percebido o potencial da música latina ao viajar pelos países do continente. “Eu já viajava para países latinos há dois anos, para pesquisar sobre a cultura e entendi que era questão de tempo para a música em espanhol ficar muito grande em números”, disse a cantora, em evento realizado para apresentar Paradinha à imprensa em São Paulo, nesta quarta. Trabalho de casa feito, Anitta se diz pronta — a mais preparada — para se lançar ao exterior, trajetória que é acompanhada de perto por fãs e críticos no Brasil. “As pessoas não fazem ideia de como todo esse caminho internacional foi estudado e demorou muitos anos. Aqui no Brasil, isso é imenso, porque ninguém nunca chegou nesse nível em outros países, mas lá fora, tem várias pessoas tentando”, comentou ela, sobre a repercussão que a sua carreira internacional tem tido no país. Sem deixar, é claro, de se elogiar e de manter o pé no chão. “É muito difícil. Por isso, eu não tenho planos agora. Temos que ver como será a reação do público.”

A nova faixa foi escrita em português por Anitta, por Umberto Tavares e por Jefferson Junior, e depois traduzida. Agora, a cantora diz não ter muitos planos na carreira para o futuro e estar esperando a reação do público. “Sucesso não se compra. As pessoas não fazem ideia de como todo esse caminho internacional foi estudado e demorou muitos anos”, contou a cantora, que no último sábado se apresentou na TV americana ao lado da rapper Iggy Azalea, sua parceira na música Switch.

Durante as gravações do clipe de Paradinha em Nova York, Anitta chegou a ser reconhecida por não-brasileiros na cidade. As gravações, aliás, foram definidas por ela como difíceis. “A gente teve que gravar no meio da rua e formou um grande número de pessoas paradas me assistindo.  Eu morri de vergonha”, relatou dando risadas.

Paradinha consagra o famoso passo do “quadradinho” da cantora, em que ela rebola acompanhando pequenas paradas da música. O clipe já está disponível no YouTube.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    Poder!
    T E M
    Quem
    é!!
    P O D E R O S A

    Curtir

  2. Não sei (e nem quero saber) sobre o que ela falou, mas em uma coisa ela está certa:
    Nunca chegaram a esse nível. Melhorando a frase:
    Nunca DESCERAM a esse nível.

    Curtir

  3. O poço não tem fundo, sempre pode descer um nível mais.

    Curtir

  4. Anelize Diniz

    Anitta estudando kk, pesquisando kkk . SÓ pode ser piada, mas realmente, nossa música nunca desceu ao nível da Anitta antes, está horrível.

    Curtir

  5. Uma palavra: misericórdia!

    Curtir

  6. Lucia Cerqueira

    VAI DIZER QUE ESTA ACIMA DA MÉDIA?

    Curtir