Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Abertura dos Jogos de Londres terá temática rural sob batuta de Danny Boyle

Vacas, ovelhas e um curral completo serão os protagonistas do primeiro cenário da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres, anunciaram os organizadores.

A grama do Estádio Olímpico será transformada em uma paisagem bucólica que lembrará uma tradicional campina inglesa, com “prados, campos e rios”.

A cerimônia terá cenas de famílias reunidas para um piquenique campestre e mostrará agricultores trabalhando na terra com animais reais, pelo menos 12 cavalos, três vacas, duas cabras, 10 frangos, 10 patos, nove gansos, 70 ovelhas e três carneiros.

O diretor da cerimônia será o cineasta Danny Boyle, de “Trainspotting” e “Quem quer ser um Milionário”, que recebeu oito Oscar em 2009.

“O objetivo da abertura dos Jogos será captar o espírito do que somos como nação, de onde viemos e para onde queremos ir”, declarou Boyle.

As quatro províncias do Reino Unido serão representadas através de seu símbolo floral: a rosa da Inglaterra, o cardo da Escócia, o narciso de Gales e a flor de lis da Irlanda do Norte.

A cerimônia foi batizada no início do ano como ‘As ilhas das maravilhas’, em referência à obra de William Shakespeare ‘A Tempestade’.

O som será outro aspecto fundamental e o Estádio Olímpico suportará até um milhão de watts, o dobro do registrado no famoso palco principal do festival de Glastonbury.

Quase 10.000 voluntários participarão na cerimônia e quase 23.000 trajes foram confeccionados para a ocasião.

Um sino de dois metros de altura e de 23 toneladas de peso será a responsável por anunciar o início da festa do esporte em 27 de julho às 20h00 GMT (17H00 de Brasília), com uma audiência televisiva esperada de um bilhão de espectadores em todo o mundo.

Danny Boyle contava inicialmente com um orçamento de 96 milhões de euros, valor que dobrou em dezembro de 2011.

A rainha da Inglaterra, Elizabeth II, presidirá a cerimônia, que será encerrada com uma apresentação do ex-Beatle Paul McCartney.