Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘A Força do Querer’: Joyce flagra Ivana fazendo a barba

Travessia da personagem vai ter seus capítulos mais dramáticos nas próximas semanas da trama de Gloria Perez

A travessia de Ivana (Carol Duarte), como é chamada a transição de gênero pelos próprios trans, vai ter seus capítulos mais dramáticos nas próximas semanas de A Força do Querer. A começar pela noite desta segunda-feira, quando a dondoca Joyce (Maria Fernanda Cândido) vai flagrar a filha, vestida como um garoto, fazendo a barba no banheiro de casa — na verdade, fazendo uma simulação, já que, apesar de estar tomando hormônios masculinos às econdidas, ela ainda não tem pêlos no rosto.

“O que é isso? O que você está fazendo, Ivana?”, vai perguntar Joyce, já dentro do banheiro — e já alterada. Apavorada, Ivana vai tentar se defender: “Só estava experimentando, calma”. Joyce vai dizer, então, que brincar com gilete pode engrossar e “acabar com” a pele da menina. “Estava experimentando como é ter barba!”, tenta explicar a filha, sem esclarecer nada. “O que está acontecendo com você, Ivana?”, pergunta, por fim, Joyce, desesperada.

Nas próximas semanas, Ivana vai abrir o jogo com a família, dizer que na verdade é um menino, que está injetando hormônios e que está vivendo sua transição. A barba vai crescer aos poucos e ela deve cortar o cabelo curto.

Joyce (Maria Fernanda Candido) flagra Ivana (Carol Duarte) fazendo a barba no banheiro (Reprodução/TV Globo)

Joyce (Maria Fernanda Candido) flagra Ivana (Carol Duarte) fazendo a barba no banheiro (Reprodução/TV Globo)

 

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ademilson Ribeiro

    A mídia deveria ter um pouco de honestidade com a sociedade, é difícil mas vale o esforço, e divulgar que estudos científicos revelam um altíssimo grau de suicídio entre as pessoas que se submetem a essa agressiva mudança. Familiares e pessoas próximas, são submetidas a profundos sofrimentos com os transtornos advindos. Na história, essa divulgação midiática de equívocos destrutivos, não tem paralelo. Um desserviço com sérias consequências.

    Curtir