Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

15 bons endereços para curtir a Happy Hour em Porto Alegre

Confira a lista com os melhores endereços das categorias; mais uma opção para comer tapas

O roteiro a seguir integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER PORTO ALEGRE 2017/2018:

 

Al Coala

A casa, uma construção de 1920, tem um 3º andar com mesas de sinuca, ideais para grupos maiores de amigos. O público de faixa etária variada anima a happy hour com o chope Brasserie 35, estilo english ale (R$ 13,00, 300 mililitros). Para acompanhar, o pastel de pato (R$ 11,50) vem com vinagrete de bergamota e maionese de alho assado. Com sete unidades, a porção de croquete de carne assada chega com a mesma maionese (R$ 24,00). Servido em taça, o vinho Casa Valduga Raízes 2013 custa R$ 22,00. A unidade do bairro de Vila Ipiranga (Avenida do Forte, 722) tem uma proposta um pouco diferente, com foco em baladas e festas regadas a chopes artesanais.

Rua Tobias da Silva, 44, Moinhos de Vento, (51) 3391-8226 (100 lugares). 18h/0h (fecha dom.). Aberto em 2016.

 

Bar do Gomes

O clima é de boteco e o ambiente, informal, com chão de ladrilhos coloridos e cada mesa de um jeito. Na happy hour, pedidas do menu do chef Wagner Schmidt, como os pastéis de picadinho de filé (R$ 27,00, com oito unidades), fazem parceria com as cervejas Colorado (R$ 19,90) e Wäls Hop Corn IPA (R$ 32,00), ambas com 600 mililitros. O filé-mignon grelhado com molho gorgonzola e farofa de panko R$ 44,00) vai bem com o vinho tinto português Quinta de Bons Ventos (R$ 52,00). Em julho, o bar passou a servir almoço à la carte.

Rua Fernando Gomes, 58, Moinhos de Vento, (51) 3346-3812 (200 lugares). 12h/14h30 e 18h/0h (sáb. 12h/0h; fecha dom.). Aberto em 2014.

 

Barranquinho

Principalmente no verão, as mesas da área externa são bastante concorridas neste bar que, após uma reforma em 2015, ficou ainda mais espaçoso. Entre goles de chope Brahma (R$ 9,00) ou Stella Artois (R$ 10,00), o público pede petiscos como a porção de pastéis de carne (R$ 26,00, doze unidades). O sanduíche aberto leva pão de centeio, lombo suíno em fatias, tomate, ovo e pepino (R$ 53,00, para duas pessoas). A cozinha expede também massas e filés, como o que é servido com molho funghi (R$ 68,00). Na ala das pizzas, a formaggio (R$ 55,00 a grande), cuja cobertura leva gorgonzola, provolone, requeijão e mussarela, é bastante pedida.

Avenida Protásio Alves, 1538, (51) 3333-9992 (260 lugares). 17h/1h (sáb. e dom. 11h/0h; fecha segunda). Aberto em 2004.

Brechó do Futebol

Decorada com bandeiras e fotografias de ícones do futebol, a casa se divide entre brechó de camisas de times do mundo inteiro e bar especializado em chope gaúcho. Das dez torneiras jorram sugestões como a Salva APA (R$ 17,00), a Baldhead Kojak IPA (R$ 18,00) e a Nera Reale (R$ 18,00), que é um chocolate stout da cervejaria Irmãos Ferraro. Para petiscar durante a transmissão de jogos de futebol que ocupam os seis telões do bar, a pizza artesanal de carne de panela e mussarela chega à mesa nas versões individual (R$ 16,00) e grande (29,00).

Rua Fernando Machado, 1188, centro, (51) 3737-3782 (90 lugares). 17h/0h (sáb. e dom. a partir das 16h). Aberto em 2010.

 

Casa Azul Hostel

Conhecido hostel localizado na Cidade Baixa, é também um bar frequentado por viajantes e moradores da capital. O público que se apinha por lá nos fins de tarde e nos fins de semana costuma pedir Heineken, Sol (R$ 12,00 cada uma) ou a cerveja Bodoque (R$ 21,00), servidas em garrafas de 600 mililitros. Da cozinha saem porções como a de fish and chips (R$ 25,00) e o hambúrguer com mussarela, alface, tomate, cebola-roxa e maionese caseira (R$ 30,00).

Rua General Lima e Silva, 912, Cidade Baixa,(51) 3084-5050 (130 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h). Entrada: R$ 3,00 (qui.) e R$ 5,00 (sex. e sáb.). Aberto em 2015.

 

Céu Bar + Arte

No ambiente descolado, não há garçons. A clientela compra fichas para retirar no balcão as cervejas Heineken (R$ 12,00, 600 mililitros) e drinques, como o beetlejuice (R$ 14,00), com xarope de gengibre, limão, gim e água com gás. Para matar a fome, há pizzas retangulares de massa fininha cortadas em aperitivos, em sabores como linguicinha com cebola caramelizada, coração e berinjela (R$ 15,00 a R$ 20,00).

Rua General Lima e Silva, 1487, Centro Histórico, (51) 3012-6623 (450 lugares). 18h/23h55 (fecha dom. e seg.). Aberto em 2016.

 

Chalé da Praça XV

O centenário prédio localizado no centro histórico da capital é palco de shows diários de MPB e pop rock ao ar livre no fim da tarde. O público mantém a animação com a ajuda de cervejas como a paulista Baden Baden (R$ 31,90, 600 mililitros). Tiras de entrecôte, aipim e anéis de cebola chegam à mesa numa chapa bem quente (R$ 65,90).

Praça Quinze de Novembro, s/nº, centro, (51)  3212-1236 (500 lugares). 11h/23h (dom. até 20h). Couvert artístico: R$ 3,50. Aberto em 2001.

 

Izakaya Danjou

A estrela desta casa é um prato muito popular no Japão: o lámen. Nas mesinhas do salão ou no balcão, o público pode provar uma das seis receitas do endereço, caso da versão com caldo picante mais macarrão, iscas de porco, repolho, ovo, alga nori e cebolinha, que custa R$ 27,50. Se preferir, há combinados de sushi e sashimi, como o que abarca vinte peças e sai por R$ 40,90, servidos somente à noite. Para bebericar, vão bem as saquerinhas: as de lima com gengibre e de morango (R$ 15,90 cada uma) são as campeãs de pedidos.

Rua Félix da Cunha, 641, Floresta, (51)3029-8158 (65 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/23h (seg. só almoço; fecha dom.). Aberto em 2013.

 

Lagom Brewpub

Há doze torneiras com variedades de chope como Colombus (R$ 18,00), ESP (R$ 16,25) e Dry Stout (R$ 15,45). Se engarrafadas, as cervejas saem por R$ 12,00 cada uma, com 500 mililitros. A cozinha despacha petiscos reforçados, a exemplo do sanduíche odin, com ragu de carne suína cozido em cerveja com ervas, rúcula, maionese de mostarda e mussarela (R$ 23,00). A almôndega batizada de from hell vem com molho bem ardido e pãezinhos para abrandar o paladar (R$ 33,50, oito unidades).

Rua Bento Figueiredo, 72, Bom Fim, (51) 3062-5045 (83 lugares). 18h/0h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2010.

 

Lebre Restobar

Instalado desde 2015 na casa onde funcionava o Banx, o Lebre segue em parceria com a pista de skate que também ocupa o local. Porém, o visual do bar mudou: agora há tons mais sóbrios para os três ambientes, uma área coberta perto da pista e um deque com mesinhas disputadas na happy hour. A pizza individual com iscas de alcatra, queijos mussarela e gorgonzola, requeijão e molho de tomate artesanal custa R$ 28,00. As cervejas artesanais gaúchas Zingara (R$ 26,00, 600 mililitros), Chosen Beer (R$ 24,00) e Sesmaria (R$ 24,00) surgem como as preferidas do público.

Alameda Major Francisco Barcelos, 127, Boa Vista, (51) 3019-0464 (30 lugares). 10h/18h (qui. e sex. 10h/15h e 18h/22h; fecha sáb. e dom.). Aberto em 2015.

 

Locals Only CB

Enxuto, o cardápio prioriza ingredientes e insumos de pequenos e médios produtores locais. As dezesseis torneiras de chope jorram cervejas artesanais que mudam periodicamente. Com frequência aparecem a CDR IPA e a Fresh Prince of CB, ambas a R$ 12,50. As pizzetas se destacam no cardápio assinado por Rodrigo Paz. Dos sabores disponíveis, a predileta dos clientes reúne cogumelo, queijo colonial e tomilho (R$ 26,00 a individual). Num gesto simpático, a casa oferece água gratuitamente. Uma vez por mês, o bar dá espaço a artistas locais em exposições de arte urbana.

Rua Sarmento Leite, 1086, Cidade Baixa, (51) 3022-4787 (90 lugares). 16h20/23h. Aberto em 2015.

 

Mao Sut Thailand Bar

O local se divide entre um ambiente interno e uma grande área aberta, o espaço predileto de grupos de amigos. No cardápio de acento tailandês aparecem sugestões como o sanduíche de pernil no pão de abóbora com abacaxi e gengibre (R$ 28,00) e pratos mais robustos, caso do khao phad sapparot de arroz de jasmim ao leite de coco, legumes e frutos do mar servido num abacaxi (R$ 62,00). Das torneiras jorra o chope Malvadeza IPA (R$ 20,00). Quem prefere drinque pode escolher o bangkok (R$ 20,00), que mistura suco de laranja, xarope de romã, licor de damasco e pimenta.

Rua Ramiro Barcelos, 1374, Independência, (51)3533-1621 (120 lugares). 18h/23h30 (fecha dom. e seg.). Aberto em 2014.

 

Margot

Misto de bar e balada, o local inspirado nos filmes do diretor Wes Anderson sedia festas movimentadas. Enquanto dança e curte a pista, a clientela bebe o drinque budapeste, com vodca de pera, kiwi, gengibre e uva verde (R$ 21,00). No cardápio constam receitas como a porção de batata rústica assada com manteiga e ervas, que é servida com três molhos, a exemplo de chutney de tomate, mostarda preta com mel e molho de uísque (R$ 18,00).

Rua João Alfredo, 577, Cidade Baixa, (51) 3907-5881 (570 lugares). 19h/5h (fecha dom. a ter.). Entrada R$ 15,00 a R$ 40,00. Aberto em 2015.

 

Odessa de Isaac Babel

Famoso por reunir gente de todos os tipos, o bar dos irmãos uruguaios Diego e Federico Olivari tem novidade no menu: trata-se do entrecôte na chapa ao molho de nata acompanhado de batata rústica (R$ 36,00). Para bebericar enquanto divide a pizza de cogumelos (R$ 52,00 o tamanho médio), as cervejas Stella Artois, Heineken, Original e Serramalte (R$ 13,00 cada uma) chegam à mesa bem geladas. Há também a artesanal Ruradélica IPA (R$ 28,00, 500 mililitros) e uma carta de vinhos, com destaques como o português Quinta do Cachão, feito com uvas touriga (R$ 60,00).

Rua João Telles, 534, Bom Fim, (51) 3346-6292 (100 lugares). 17h/1h. Aberto em 2010.

 

Solar Coruja

Conhecido território da cervejaria Coruja, a casa passou a oferecer rótulos de outros produtores gaúchos em março deste ano. Da capital figuram marcas como Diefen Bier, 4 Árvores e Sagrada; já a Urwald vem de São Vendelino. Custa R$ 16,00 o pint de qualquer rótulo. A pizza com massa de malte faz sucesso nos sabores margherita, carne de panela e calabresa (R$ 30,00, para duas pessoas).

Rua Riachuelo, 525, centro, (51) 3095-0525 (200 lugares). 17h30/23h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2013.

 

TAPAS

 

El Basco Loco

Parede de tijolos aparentes, luzinhas penduradas e um agradável balcão compõem o ambiente do bar comandado por Antônio Morozini. No lounge com espaço para DJ e mesinhas, os  clientes se acomodam para beber, petiscar e, no avançar da noite, dançar. A porção de anéis de lula empanados (R$ 32,80) e o bocadillo de lombo suíno na baguete com mussarela e salada verde (R$ 28,80) são alguns dos tira-gostos disponíveis. A sangria pode vir em jarra de meio litro (R$ 34,00) ou 1 litro (R$ 48,00).

Rua Fernandes Vieira, 456, Bom Fim, (51) 3019-6737 (100 lugares). 11h30/15h e 18h/0h (seg. e dom. só almoço). Aberto em 2007.