Marquinhos Trad sobe 10 pontos e lidera com folga em Campo Grande

Candidato do PSD à prefeitura da capital sul-matogrossense atingiu o patamar de 41% da preferência do eleitorado, como mostra pesquisa Ibope

O deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) é o líder absoluto nas pesquisas de intenção de votos para a prefeitura de Campo Grande. Ele atingiu o patamar de 41% da preferência do eleitorado, mostrou nesta sexta-feira pesquisa Ibope encomendada pela TV Morena. Na comparação com o último levantamento, de 3 de setembro, Trad cresceu dez pontos percentuais e está a beira de vencer a disputa em primeiro turno.

Na segunda colocação, com 22%, aparece a atual vice-governadora do estado Rose Modesto (PSDB), seguida do prefeito da cidade Alcides Bernal (PP), com 15%. Coronel David (PSC) tem 3% das intenções de voto, ao passo que Alex do PT, Rosana Santos (PSOL), Athayde Nery (PPS) e Marcelo Bluma (PV) tem 1% cada. Pedro Pedrossian Filho (PMB), Suél Ferranti (PSTU), Aroldo Figueiró (PTN), Lauro Davi (Pros), Adalton Garcia (PRTB), Elizeu Amarilha (PSDC) e Arce (PCO) não pontuaram. De acordo com o Ibope, 10% dos entrevistados afirmaram que votariam em branco ou anulariam o voto. Outros 5% não responderam.

Como a pesquisa tem margem de erro de cinco pontos percentuais, Rose Modesto e Alcides Bernal estão em situação de empate técnico.

LEIA TAMBÉM:
Quem são os candidatos à prefeitura de Campo Grande
Grampo pode complicar a campanha de Marquinhos Trad

De acordo com a pesquisa Ibope/TV Morena, enquanto Marquinhos Trad disparou dez pontos percentuais em relação ao último levantamento, seus concorrentes oscilaram positivamente apenas um ponto – caso de Bernal e Coronel David – ou decaíram na preferência do eleitorado, como ocorreu, por exemplo, com Rose Modesto (três pontos).

Nas simulações de segundo turno, Marquinhos Trad (PSD) venceria Rose Modesto (PSDB) por 47% a 31%. O deputado também bateria o atual prefeito Alcides Bernal por 57% a 24%. Em um cenário em que disputariam Rose e Bernal, a tucana levaria a melhor com 50% dos votos contra 26%.

O Ibope ouviu 602 eleitores da capital sul-mato-grossense entre os dias 13 e 15 de setembro. A pesquisa tem margem de erro quatro pontos percentuais, índice de confiança de 95% e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE-MS) sob o protocolo MS-01963/2016.