USP perde uma posição em ranking internacional

Universidade é listada como a 121ª melhor do mundo e Unicamp, segunda brasileira mais bem colocada, sobe 9 posições

Depois de subir 23 posições no ranking QS World University, da publicação britânica Quacquarelli Symonds (QS) do ano passado, a Universidade de São Paulo (USP) teve uma leve queda na lista de 2017, divulgada nesta quinta-feira. De 120ª melhor do mundo em 2016, a instituição ficou na 121ª posição neste ano. Já a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), segunda brasileira com melhor colocação, subiu nove posições, ocupando o 182º lugar. Desde 2013, a Unicamp avançou 33 colocações e junto a USP são as únicas universidades do Brasil entre as “top 200” do ranqueamento.

As demais instituições do país que aparecem na lista são Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 311º lugar, subindo dez posições em relação a 2016. Já a Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) está na faixa das 491-500 melhores. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Universidade Federal do Rio Grande Do Sul (Ufrgs) ocupam a zona seguinte, das 501-550 melhores do mundo.

A USP continua a ser a segunda melhor instituição da América Latina a aparecer na lista. A Universidade de Buenos Aires (UBA), na Argentina, assume a liderança latina desde 2016 e, neste ano, ocupa o 75º lugar.

Melhores Universidades do Mundo

Segundo o ranking, a melhor universidade do mundo continua sendo o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (em inglês, MIT) pelo sexto ano consecutivo. Em seguida, aparecem as também americanas Universidade Stanford, Universidade Harvard e Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech). A melhor britânica é a Universidade de Cambridge, na quinta colocação. Completam a lista das dez melhores Universidade de Oxford (Reino Unido), University College de Londres (Reino Unido), Imperial College de Londres (Reino Unido), Universidade de Chicago (EUA) e Instituto Federal Suíço de Tecnologia (ETH; Suíça), nesta ordem.

A empresa britânica QS avaliou, aproximadamente, 1.000 universidades de 84 países de acordo com a reputação no meio acadêmico e no mercado de trabalho, a proporção de alunos por funcionários, quantidade de citações e de artigos publicados, quantidade de professores doutores, presença na internet e internacionalização da instituição, com parcerias e alunos estrangeiros. Confira aqui o ranking na íntegra.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Lugar de doutrinação. Toda a educação brasileira deveria ser privatizada, assim como a saúde. Quem quiser que pague por ela. O dinheiro aplicado deveria ser repassado para a igreja do pastor Silas para propagar a sua palavra.

    Curtir

  2. Artur Britto

    USP é uma Universidade esquerdista fracassada, onde o dinheiro público é mal gerido, roubalheiras e se ensina só o Marxismo lá.

    Curtir

  3. Tem high school nos Estados Unidos com melhores laboratórios que a USP.

    Curtir

  4. Excesso de maconha e de menininhos birrentos que precisam levar uns tapas .

    Curtir

  5. Álvaro Ferreira

    Torrando 6 bilhões por ano em salários para menos de 20 000 pessoas, sem contar as verbas de financiamento de pesquisa da Fapesp e CNPQ e mais outras, pode se considerar que o desempenho é pífio.

    Curtir