Santa Casa deixará de usar Fuvest para ingresso em medicina

Desvinculação deve ocorrer já para o vestibular 2018. Formas alternativas de ingresso, no entanto, ainda não foram confirmadas pela instituição

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) confirmou, nesta quarta-feira, que a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo vai deixar de utilizar a prova elaborada pela instituição como forma de ingresso. Desde 1988, a Santa Casa disponibilizava vagas no curso de medicina para vestibulandos com os melhores desempenhos no exame da Fuvest, o mesmo utilizado para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). A desvinculação deve começar a valer já para o vestibular de 2018.

A diretoria da Santa Casa informou a Fuvest sobre a decisão em maio deste ano. “O motivo são necessidades internas da faculdade para o preenchimento de suas vagas no curso de medicina que não poderiam ser atendidas, neste momento, pela Fuvest”, afirma a Fundação.

Procurada por VEJA, a Santa Casa afirmou que, neste momento, “não irá se pronunciar sobre o assunto”. Aos candidatos que entram em contato para obter informações sobre outras formas de ingresso, a faculdade diz que ainda não há data ou formato definido para o próximo vestibular, mas um edital deve ser divulgado sobre o assunto até a segunda quinzena de setembro.

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa é privada e uma das mais tradicionais de São Paulo. Localizada no complexo da Irmandade de Misericórdia da Santa Casa de São Paulo, a instituição já aplicava um exame próprio para selecionar ingressantes dos outros cursos oferecidos, como enfermagem, fonoaudiologia e tecnologia em radiologia.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Julio Valverde

    Se o estado ensinasse o que exige nessa prova, seríamos um país de 1° mundo.

    Curtir