Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cursos menos procurados nas melhores universidades: uma opção

Nem sempre é preciso ter um desempenho melhor que dezenas de outros candidatos para entrar em uma das melhores instituições do país

Se o seu sonho é estudar na USP, na Unicamp ou em outra universidade de ponta do país, mas desanima em entrar na disputa pelos cursos mais concorridos, talvez encontre entre as graduações menos populares uma opção interessante – e fácil.

Abaixo listamos as dez melhores universidades públicas do Brasil (segundo o Ranking Universitário Folha 2017) e seus cursos menos procurados. A temida matemática e carreiras relacionadas ao meio ambiente figuram entre aquelas com menor relação candidato-vaga em mais de uma instituição.

1. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Curso: Engenharia de bioprocessos

Candidato/ vaga: 9,15

2. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Curso: Tecnologia em saneamento ambiental (integral)

Candidato/ vaga: 3,2

3. Universidade de São Paulo (USP)

Curso: Licenciatura geociências e educação ambiental

Candidato/ vaga: 1,54

4. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Curso: Matemática computacional

Candidato/ vaga: 7,9

5. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Curso: Bacharelado interdisciplinar em ciência e tecnologia – campus Litoral

Candidato/ vaga: 0,60

6. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Curso: Licenciatura em matemática (diurno) – Blumenau

Candidato/ vaga: 0,96

7. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Curso: Licenciatura em matemática (matutino) – Presidente Prudente

Candidato/ vaga: 1

8. Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Curso: Licenciatura em computação (matutino) – campus Jandaia

Candidato/vaga: 0,25

9. Universidade de Brasília (UNB)

Curso: Licenciatura em ciências naturais (noturno) – campus Planaltina

Candidato/vaga: 0,95

10. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Curso: Letras espanhol

Candidato/vaga: 7

Dados recentes

Os dados são os mais recentes disponibilizados pelas instituições (2016/2017) e excluem cursos que exigem habilidades específicas, como música e artes visuais.

Quando a instituição que utiliza o Enem/ Sisu – Sistema de Seleção Unificada não consolidou os números de todas as modalidades de inscrição – ampla concorrência, cotas e ação afirmativa –, foi utilizada a relação candidato-vaga em ampla concorrência, 1ª opção