Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MEC divulga notas de escolas no Enem 2013. Confira

Lista mostra nota média de 14.715 escolas que tiveram mais de 50% de participação no exame

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC), divulgou nesta segunda-feira as notas das escolas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013. A nota média é calculada com base na pontuação obtida pelos alunos que participaram do teste. A lista inclui a nota de 14.715 escolas que tiveram mais de 50% de alunos no exame.

Neste ano, o MEC acrescentou uma informação aos dados das instituições: o indicador socioeconômico, ou seja, a condição econômica das famílias dos estudantes, divididas em sete níveis. As informações foram colhidas do questionário dos participantes para inscrição no Enem. “Na análise de dados educacionais, é particularmente necessário descrever o contexto social dos alunos, que tem grande influência nos resultados”, explicou Chico Soares, presidente do Inep, em nota.

No link a seguir, você pode consultar o ranking das escolas organizado por VEJA.com: na lista, as instituições aparecem ordenadas de acordo com a média das notas obtidas por seus alunos nas provas de múltipla escolha, ou seja, nas áreas de ciências humanas, ciências da natureza, matemática e linguagem – a nota de redação não entra no cálculo.

A página com o ranking traz ainda um link que dá acesso ao arquivo original divulgado pelo MEC (formato .xls). A consulta a esse arquivo exige prática no programa Excel e no manuseio de grandes quantidades de dados. As notas da instituições, por exemplo, estão separadas segundo as áreas do Enem (ciências humanas, ciências da natureza, matemática, linguagem e redação) e não há uma média geral.

Confira as notas por escola no Enem 2013

Entre as 100 melhores escolas, apenas sete são públicas, sendo que seis delas são administradas pelo governo federal e apenas uma por governo estadual – o colégio de aplicação da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Todas as 100 primeiras instituições do ranking apresentam nível socioeconômico “alto” ou “muito alto”, de acordo com os dados do MEC. Do total de escolas que entraram no ranking, 8.313 pertencem ao sistema público de ensino.

Os dados também incluem informações gerais, como o porte da escola em número de matrículas, e também dados socioeconômicos. As notas são agrupadas por área de conhecimento da prova – ciências da natureza, ciências humanas, linguagens, matemática e redação. Em 2013, cerca de 5 milhões de candidatos participaram do exame.