Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fuvest 2017: Brexit é assunto da questão mais previsível da prova

No segundo dia de provas da 2ª fase da Fuvest, os candidatos tinham maiores chances de pontuar nas questões de história e geografia

Vestibulandos passaram por mais um dia de provas para a segunda fase da Fuvest, vestibular que dá vaga para Universidade de São Paulo (USP), nesta segunda-feira. De acordo com Paulo Moraes, diretor de Ensino do Anglo Vestibulares, ao contrário da primeira fase de provas, as questões de humanas apresentaram menor grau de dificuldade frente às de exatas. Segundo Moraes, os candidatos tinham maiores chances de pontuar nas questões de história e geografia, que apresentavam as questões mais previsíveis aos alunos estudados.

De acordo com Vagner da Silva, supervisor de geografia, a questão 8 da prova A trazia um assunto muito discutido em 2016 – o Brexit. “Foi a questão mais previsível pois o assunto foi muito falado em sala de aula. O contexto em que surgiu a União Europeia foi algo bem discutido nas aulas de Ensino Médio, assim como as causas que levaram à saída do Reino Unido da União Europeia. A questão 9, que citava o desastre de Mariana, também foi mais fácil. No entanto, esta cobrava que os alunos soubessem a importância da região de Mariana, dando dois exemplos. A maioria dos alunos lembraria da mineração, mas acredito que o turismo ficou mais esquecido, dificultando a resolução”.

 

questao-brexit-geografia

De acordo com Moraes, os estudantes viram um teste equilibrado, que exige conhecimentos dos conteúdos e, além de tudo, controle do tempo de prova. Nesta terça-feira, os candidatos devem realizar o exame específico, de acordo com a carreira em que se inscreveram.