Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Enem 2015: quais as competências avaliadas na redação e como se preparar

A dissertação equivale a 1.000 pontos e o aluno deve elaborar uma proposta de intervenção para um problema

Para muitos alunos, é um desafio escrever uma dissertação capaz de receber a nota 1.000 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que este ano ocorre nos dias 24 e 25 de outubro. Em 2014, apenas 250 alunos dos cerca de 6,2 milhões de participantes atingiram essa pontuação máxima. Para conseguir o feito, os professores sugerem conhecer a fundo as cinco competências avaliadas pela redação e treinar exaustivamente cada uma delas.

As habilidades para escrever um texto excelente para o Enem envolvem o domínio da norma padrão da língua escrita, compreensão da proposta e escrita de um texto dissertativo, defesa de um ponto de vista com bons argumentos, demonstração de conhecimento dos mecanismos linguísticos e elaboração de uma proposta de intervenção para o problema abordado. Cada competência equivale a 200 pontos e a redação representa 20% da nota final do Enem..

Leia também:

Cinco dicas para estudar de graça para o Enem

Enem: um terço das cem melhores escolas do país fica em SP

“É importante que o candidato leia com atenção a proposta de redação e não esqueça que o Enem é uma prova de interdisciplinaridade. Por isso, o estudante deve trazer conhecimentos de notícias veiculadas na imprensa e também das aulas assistidas”, diz Simone Motta, professora de português e redação do Cursinho Etapa.

Uma boa nota é fundamental para garantir o sucesso no exame. Um zero, por outro lado, elimina automaticamente o candidato que deseja conquistar uma vaga em universidades federais, estaduais e até privadas que usam o Enem como processo seletivo. Na última avaliação, 529.374 inscritos tiraram zero na redação.

Para afastar esse risco, saiba quais são as cinco competências avaliadas na redação do Enem e que orientações os professores dão para garantir um bom resultado: