Dez destinos preferidos dos brasileiros para estudar inglês

Cada vez mais brasileiros estão deixando o país para fazer intercâmbio. Confira os destinos mais procurados para quem vai estudar inglês lá fora

Cada vez mais brasileiros estão fazendo as malas para estudar no exterior. Em 2012, 175 mil estudantes fizeram intercâmbio – cinco vezes mais do que os 34 mil brasileiros que passaram pela experiência em 2003. Segundo uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais (Belta), o curso de idiomas é o mais procurado em 63% das agências de intercâmbio.

“A melhor maneira para começar a planejar a experiência no exterior é analisar o seu próprio perfil: quais são seus hobbies, suas preferências, que clima mais te agrada e o que você mais gosta de fazer durante o dia” diz Luíza Vianna, gerente de produtos da Central de Intercâmbio e Viagens (CI).

Leia também:

Paris é a melhor cidade do mundo para estudar, aponta ranking

MEC cria Idioma Sem Fronteiras para alunos e professores

Brasil fica em 38º em ranking mundial de ensino de inglês

Para quem tem um nível intermediário, a recomendação de tempo mínimo para estudar inglês lá fora é de seis meses. “Para as pessoas que não possuem nem o nível básico, a dica é realizar cursos de imersão no Brasil antes da viagem, assim é possível aproveitar ao máximo a experiência lá fora”, diz Eloísa Lima, mestre Neurolingüística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especialista no ensino de idiomas.

O ambiente de aprendizagem deve ser compatível com o perfil e a faixa etária do aluno. “Se o estudante não se identificar com o local, ele pode se sentir censurado e deixar de treinar o inglês socialmente”, completa a especialista.

Quanto custa – Os preços dos programas de idioma, em geral, variam de 13.200 a 16.300 dólares (ou 35.000 a 43.250 reais) para o período de seis meses e incluem acomodação, meia-pensão (café da manhã e jantar) e algumas atividades culturais, sociais ou esportivas promovidas pelas escolas. Segundo a Experimento, rede especializada exclusivamente em intercâmbio cultural, é recomendado considerar de 140 a 200 dólares por semana para gastos pessoais como transporte, alimentação e lazer.

VEJA as dez cidades favoritas dos brasileiros que vão estudar inglês no exterior, de acordo com as principais agências de intercâmbio do país:

*Fontes: Experimento Intercâmbio Cultural; CI Central de Intercâmbio Viagens; EF Education First.