Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vulcão e petróleo fazem lucro da LAN cair no 2º tri

Por Renato Martins

Santiago – A companhia aérea chilena LAN anunciou que teve um lucro líquido de US$ 15,9 milhões no segundo trimestre deste ano, com queda de 73,7% em relação ao mesmo período de 2010. As vendas totalizaram US$ 1,33 bilhão no segundo trimestre de 2011, com crescimento de 28,8% em relação ao US$ 1,03 bilhão do mesmo período do ano passado.

“O resultado operacional sofreu o impacto dos preços mais altos dos combustíveis, que subiram 46,3% em relação ao segundo trimestre de 2010, gerando uma elevação de US$ 142,9 milhões nos custos dos combustíveis”, disse a empresa, em comunicado. Além da alta dos preços do petróleo, outro fator para a queda do lucro foi a suspensão de um grande número de voos por causa da erupção de um vulcão no sul do Chile, no começo de junho, que espalhou fumaça e cinzas num raio de centenas de quilômetros por vários dias.

Segundo a LAN, o lucro do segundo trimestre também foi afetado por perdas de US$ 11 milhões relacionadas à colombiana Aires, adquirida pela companhia chilena no fim do ano passado. Além disso, em junho a LAN pagou US$ 66 milhões para que não avançasse um processo judicial nos EUA contra sua unidade de carga, acusada (junto com Lufthansa, Japan Airlines, ANA e Qantas) de conspiração para manipular preços.

A LAN informou ainda que seu lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) ficou em US$ 156,2 milhões no segundo trimestre deste ano, com uma queda de US$ 20,3% em relação aos US$ 196,0 milhões do mesmo período de 2010. A empresa também disse que planeja investir US$ 5,11 bilhões para expandir sua frota de aviões de passageiros e de carga para 193 em 2014, de 149 em 2011. A LAN está em processo de fusão com a brasileira TAM; espera-se para agosto uma decisão das autoridades antitruste do Chile sobre o caso. As informações são da Dow Jones.