Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Volks deixará de produzir cerca de 5 mil carros no PR

Por Evandro Fadel

Curitiba – A Volkswagen deve deixar de produzir cerca de 5 mil veículos durante as duas semanas de férias coletivas concedidas a 1,7 mil dos 3,6 mil trabalhadores da unidade de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. A empresa alega que essa é uma “ferramenta de flexibilização na produção, que tem o objetivo de manter os estoques adequados à demanda do mercado atual”. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, o pátio está lotado, com aproximadamente 10 mil veículos. A Volks fabrica Fox, CrossFox e Golf na unidade paranaense.

As duas semanas em que os trabalhos do segundo e terceiro turnos ficarão paralisados representam nove dias úteis. A produção normal na fábrica paranaense é de aproximadamente 810 unidades por dia. Com as férias, apenas 270 continuarão a ser entregues diariamente até o dia 24, quando a produção normal deve ser retomada. A unidade paranaense responde por cerca de 25% da produção total da montadora no País. A empresa já tinha concedido férias coletivas nos dias 8 e 9 de setembro, emendando com o feriado do dia 7. A alegação também foi de ajustes no estoque.

De acordo com o secretário-geral do sindicato, Jamil Davila, a impressão que se tinha naquela época é que as férias seriam apenas uma forma de “valorizar” a negociação com o governo federal, que discutia o aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros com baixo índice de nacionalização. “Mas agora o decreto já foi divulgado, então deve ser problema real, pois se tivesse demanda não teria explicação”, disse.

Segundo ele, há cerca de 15 dias, a empresa comunicou, conforme manda a legislação, a possibilidade de se estabelecer as férias. “Mas pediu para não divulgar porque não sabia se ia acontecer ou não”, salientou. “Na quarta ou quinta-feira da semana passada nos procuraram dizendo que não teria como continuar produzindo.” Dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na semana passada apontam que houve queda de 4,9% nas vendas de automóveis em setembro, comparando-se com o mês anterior.

De acordo com a empresa, não está prevista paralisação na produção das outras unidades brasileiras para este mês. A Renault, que também tem uma unidade em São José dos Pinhais, afirmou que a produção continua “a todo vapor”, sem previsão de férias coletivas.