Verizon compra Yahoo por US$ 4,8 bilhões

Fusão põe fim a meses de incerteza em relação ao futuro do grupo de internet, que vinha desapontando investidores

A empresa de telecomunicações americana Verizon confirmou nesta segunda-feira que vai pagar 4,83 bilhões de dólares pelo Yahoo, em uma negociação que acaba com meses de incerteza sobre o futuro do grupo de internet.

Às 9h20, as ações da empresa de tecnologia caíam 0,63%, cotadas a 39,13 dólares. Já os papéis da Verizon subiam 0,45%, avaliados em 56,65 dólares.

A partir de agora, o Yahoo será integrado com a AOL sob o comando da presidente de inovação de produtos e novos negócios Marni Walden.

O acordo vai inserir a Verizon no mercado de empresas de busca, e-mail, conteúdo e anúncios. O acerto dobra o negócio de publicidade digital da Verizon, que vai chegar a uma participação de 4,5% do mercado de publicidade de internet americano, de acordo com a eMarketer, deixando-a em terceiro lugar em cota de mercado de anúncios digitais, que tem em primeiro lugar o Facebook (17%) e, em segundo, o Google (36%).

O Yahoo afirma ter hoje uma audiência global de mais de 1 bilhão de usuários ativos mensais, incluindo 600 milhões de usuários móveis ativos todos os meses. No ano passado, a Verizon comprou a AOL por 4,4 bilhões de dólares.

A compra traz riscos para a Verizon, que tem pouca experiência com conteúdos digitais. Nos últimos quatro anos, a equipe de liderança do Yahoo, chefiada pela CEO Marissa Mayer, tentou criar uma estratégia viável para a empresa, mas sem obter sucesso. Marissa disse que deve continuar na empresa.

“O Yahoo é uma empresa que mudou o mundo, e que vai continuar mudando por meio dessa fusão entre Verizon e AOL”, disse Marissa em comunicado.

Leia também:
Mercado reduz previsão de inflação e aumenta queda de PIB
Expectativa melhora e confiança do consumidor sobe pelo 3º mês

Lowell C. McAdam, CEO chefe da Verizon, disse em comunicado que em 2015 a empresa comprou a AOL para melhorar sua estratégia de fornecer conexão multimeios para consumidores, criadores e anunciantes. “A aquisição da Yahoo vai colocar a Verizon em uma posição altamente competitiva como uma empresa de mídia móvel global superior, e ajudar a acelerar o nosso fluxo de receita em publicidade digital.”

(Da redação)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. No 4º parágrafo o correto seria Google e primeiro e Facebook em segundo…

    Curtir

  2. Micky Oliver

    Monopólio!

    Curtir