Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vendas de veículos nos EUA em junho surpreendem

GM e Ford apresentaram os melhores resultados, com comercialização de 267.461 e 222.064 unidades cada

As principais montadoras nos Estados Unidos venderam acima do esperado em junho e encerraram o segundo trimestre com um bom desempenho, após um início de ano muito prejudicado pelo inverno rigoroso no país. Estimativas de uma pesquisa da Reuters apontam para a venda anualizada e ajustada sazonalmente de 16,4 milhões de veículos no país em junho. Mas já há montadoras, como a General Motors (GM), que colocam o número de 16,6 milhões no total de vendas da indústria automobilística nos EUA no mês.

Leia também:

GM oferecerá US$ 1 mi para cada vítima de acidente por defeito na ignição dos veículos

GM diz que chave de ignição com defeito foi fabricada na China

GM anuncia recall de 3,36 milhões de carros nos Estados Unidos

“As vendas do primeiro semestre de 2014 indicam uma recuperação estável da indústria e nossa expectativa é que este ritmo aumente, uma vez que estamos entrando na segunda metade do ano”, afirmou o vice-presidente na Toyota, Bill Fay. A Toyota vendeu 201.714 veículos em junho, crescimento de 3% ante o mesmo período do ano anterior.

A GM também registrou aumento das vendas, apesar de uma série de recalls feitos desde o início do ano, que já convocaram 29 milhões de veículos para a revisão e resultaram em pelo menos dezesseis mortes. A montadora comercializou 267.461 unidades em junho, alta de 1% sobre um ano antes. Analistas esperavam 247.767 licenciamentos para a empresa.

A Ford, por outro lado, vendeu 222.064 veículos em junho, queda de 5% na mesma base comparação. Ainda sim, o resultado ficou acima das expectativas do mercado de 217.007 licenciamentos.

Leia ainda:

Economia americana encolhe 2,9% no 1º trimestre

Inflação acelera 0,4% nos Estados Unidos em maio

Já as vendas da Chrysler avançaram 9% em junho, para 171.086 veículos, ante igual período do ano anterior, enquanto as vendas da Nissan aumentaram 5% em junho, para 109.643 unidades, na mesma base de comparação.

(com agência Reuters)