Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vendas de grãos da Austrália para o Irã devem continuar

Por Filipe Domingues

Cingapura – Exportadores australianos continuaram vendendo grãos para o Irã, já que essas relações comerciais não violam as leis internacionais, de acordo com o presidente da trading Emerald Group Australia, Alan Winney. Segundo ele, os embarques devem inclusive aumentar, por conta das sanções impostas pelos Estados Unidos e pela União Europeia. “Com base no que sabemos das leis internacionais hoje, podemos continuar as vendas de grãos para o Irã, mas se as regras mudarem no futuro, as avaliaremos novamente”, disse Winney, em visita a Cingapura.

Traders disseram que multinacionais de grãos continuam fazendo negócios com o Irã, já que itens médicos e alimentos estão isentos das sanções impostas por nações ocidentais por causa do programa nuclear iraniano. Eles acrescentaram que o Irã comprou de 100 mil a 200 mil toneladas de trigo australiano para abastecer os estoques de emergência, e também está comprando de outras origens alternativas aos Estados Unidos.

A produção de trigo do Irã no ano comercial 2011/12 deve recuar 11% em relação ao ciclo anterior, para 13,8 milhões de toneladas, enquanto a produção de grãos deve totalizar 18,7 milhões de toneladas, isto é, 9,7% menor, de acordo com o Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês). O país costuma importar até 5 milhões de toneladas de grãos por ano, de acordo com estimativas privadas. As informações são da Dow Jones.