Venda bruta da Globex no 3º trimestre soma R$ 5,7 bi

Por Rodrigo Petry

São Paulo – As vendas brutas da Globex, controladora das redes varejistas Casas Bahia, Ponto Frio e operações de comércio eletrônico, somaram R$ 5,737 bilhões de julho a setembro, o que representou um incremento de 233,5% sobre o mesmo período do ano passado. As informações fazem parte do segundo balanço preliminar das vendas do terceiro trimestre, divulgado hoje pelo Grupo Pão de Açúcar. As vendas líquidas totalizaram R$ 4,926 bilhões, significando um aumento no período de 225,3%.

Segundo a empresa, a partir do terceiro trimestre deste ano as operações das Casas Bahia passam a compor a base de vendas no conceito mesmas lojas da Globex. Julho de 2010 foi a data base da celebração do acordo de associação da varejista com a Globex. Os crescimentos das vendas brutas e líquidas de Globex no conceito mesmas lojas foram de 10,7% e 12,5%, respectivamente. No mesmo critério, as vendas brutas das lojas físicas aumentaram 9,5% e da Nova Pontocom, 18,6%.

As vendas brutas das operações de comércio eletrônico da Nova Pontocom, por meio dos sites Pontofrio.com.br, Extra.com.br e Casasbahia.com.br, em bases comparáveis, cresceram 31,4% no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. Incluindo a operação de atacado do Ponto Frio, o crescimento da Nova Pontocom no período foi de 18,6% no período.

Em relação às operações de atacado do Ponto Frio, a mudança da central de distribuição de São Paulo para o Rio de Janeiro impactou as vendas no período. Essa alteração “promoverá uma maior integração e sinergia desta operação junto a seus clientes a partir do quarto trimestre”, destacou a empresa.

Segundo a empresa, em agosto de 2011, os sistemas de front-office das 456 lojas do Ponto Frio foram trocados e passaram a operar na mesma plataforma operacional das lojas de Casas Bahia. “Essa mudança trará velocidade à captura de sinergias nas lojas do Ponto Frio.”

Nos nove primeiros meses deste ano, as vendas brutas da Globex atingiram R$ 17,146 bilhões, o que representou um aumento de 265,5% sobre o mesmo período no ano anterior. As vendas líquidas totalizaram R$ 14,851 bilhões no período, um crescimento de 261,5% em relação ao mesmo intervalo de 2010.

No conceito mesmas lojas, as vendas brutas nos nove primeiros meses deste ano cresceram 11,4% ante janeiro a setembro de 2010. Já as vendas brutas da Nova Pontocom no mesmo conceito cresceram, em relação ao mesmo intervalo de 2010, 21,9%, com destaque para o e-commerce, cujas vendas avançaram 31,4%.