Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Varejo cobra explicações da JBS em meio à campanha de boicote

O Bob's informa que “avalia as medidas cabíveis a serem tomadas e levará o assunto para ser discutido junto às entidades representativas do setor”

A campanha de boicote aos produtos da JBS, pivô da maior crise política do governo Temer, vem preocupando as redes varejistas. Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, afirmaram em delação premiada que pagaram propina a políticos de diversos partidos para facilitar os negócios da companhia.

O GPA, dono das marcas Pão de Açúcar, Extra e Assaí, informa que solicitou à JBS esclarecimentos, “bem como as salvaguardas adotadas pela companhia e a implementação de mecanismos de compliance e integridade, com o objetivo de prevenir novos atos de corrupção na empresa”.

O grupo diz ainda repudiar “qualquer situação de corrupção, fraude ou suborno” e informa que está acompanhando o desenrolar dos acontecimentos e a decisão das autoridades”.

O Carrefour informou que não tolera nenhuma prática ilícita e que “tem como princípio fundamental o combate à corrupção em todas as suas formas”. Sobre a relação com a JBS, a empresa informa que aguarda o desfecho do caso. A rede Walmart diz que também acompanha o caso.

Depois de confessarem diversos crimes à Procuradoria Geral da República para fechar os termos da delação premiada, os donos da JBS negociam agora um acordo de leniência.

Fast-food

As empresas de fast-food também acompanham a situação da JBS, fornecedora da carne do hambúrguer das principais redes.

O Bob’s informa que “avalia as medidas cabíveis a serem tomadas no caso e informa que levará o assunto para ser discutido junto às entidades representativas do setor”.

Em nota, a J&F, controladora da JBS, informa que continua “operando normalmente e oferecendo produtos de qualidade”. “A empresa tem uma situação financeira robusta e uma relação de confiança com milhões de consumidores pelo mundo”.

O grupo diz ainda que nenhum dos atos relatados à PGR “envolve a qualidade dos produtos ou a excelência operacional”.

“Não seria possível expor a corrupção no país sem que os responsáveis pelos atos ilícitos admitissem e relatassem como e com quem agiram, fornecendo provas. Joesley Batista e outras seis pessoas realizaram um acordo de colaboração com a Procuradoria-Geral da República (PGR). Os atos cometidos no passado foram comunicados à PGR e estão documentados nos autos da delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal”, diz o grupo em nota.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    BOY
    C U T
    Ny.Ny

    Curtir

  2. news da hora

    O JOesley maior laranja do Lula e do PT , tem que voltar para se explicar para o STF . Não se entende até agora o porque do superprêmio dado a ele , diferente das outras delações com os megas empreiteiros .

    Curtir

  3. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    “A empresa tem uma situação financeira robusta e uma relação de confiança com milhões de consumidores pelo mundo”. Lógico, o Lula abriu as portas do BNDES e nós otários pagamos a conta.

    Curtir

  4. Fábio Luís Inaimo

    Além de boicotar TODAS como sugerido, também tem-se que ressaltar que esse império foi erguido com dinheiro sujo e benesses do LuloPetralhismo ! Foi o PT responsável pela institucionalização da corrupção no Brasil !!! FOOOORA PT !!! Não percamos o foco !!!!

    Curtir

  5. Nelson Carvalho

    Quem pede o boicote às empresas da JBS não está se lembrando das milhares de famílias que dependem da mesma para sobreviver. São empregos que sustentam a vida de muitas famílias.
    Estas pessoas que pedem o boicote, se tiverem a esposa, filhos, familiares trabalhando na JBS estão de acordo com o boicote ?

    Curtir

  6. A rede que não boicotar a JBS vai ser boicotada tbm. Vamos nós o povo mostrar a nossa força .

    Curtir

  7. Antonio Augusto Simoes

    JBS, leia-se LULADRÃO e seus asseclas. Os irmãos caipiras são testas de ferro do LADRÃO MOR. A população brasileira tem que boicotar os produtos desses canalhas e a justiça colocar todos atrás das grades.

    Curtir

  8. Paulo Brandao

    Nada de produtos da j&f.

    Curtir

  9. Joao Barbosa

    Tenho vergonha desse país, imaginar que as pessoas querem linchar a pessoa que coopera com a justiça. Eu também acho que Joesley cometeu crimes e que deveria estar na cadeia, mas isso só aconteceria se Lula, Dilma, Temer e Aécio tivessem gravado o Joesley confessando seus crimes, me pergunto, por que o Aécio não gravou o Joesley ? por que o Temer não gravou o Joesley ? hoje eles seriam heróis nacionais, teriam levado pra cadeia um grande criminoso, mas eles não tiveram coragem, e decidiram ficar do outro lado, o lado dos bandidos, já o Joesley, mesmo sendo um criminoso, cooperou com a justiça e isso é o que importa.

    Curtir