Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Usuários de iPhone são mais ‘mão aberta’ na hora de viajar, diz pesquisa

Proprietários de aparelhos da Apple são os que mais gastam com passagens e hotéis, segundo estudo do buscador de serviços turísticos Kayak

Os donos de iPhone são mais “mão aberta” na hora de viajar do que os usuários do sistema operacional Android, segundo uma pesquisa feita pelo Kayak, buscador de passagens aéreas e serviços de viagens. Segundo o levantamento, o gasto médio com passagens para destinos populares, como São Paulo, Fortaleza e Miami, é de 1.532 reais no caso dos donos de iPhone – que usa o sistema operacional iOS – e de 996 reais para os de Android.

Entre os dez destinos mais procurados por usuários de iPhone, cinco são internacionais (Miami, Nova York, Orlando Buenos Aires e Paris), enquanto para Android apenas três ficam no exterior (Miami, Nova York e Buenos Aires). Entre os nacionais, em ambos os casos, aparecem São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza e Brasília.

O cenário se repente entre os dez destinos considerados premium. A média de gastos com passagens dos usuários de iPhone é de 5.887 reais e de 5.473 reais para os de Android. As três cidades mais procuradas por quem usa o sistema operacional da Apple são, na ordem, Melbourne e Sidney, na Austrália, e Nagoya, no Japão. No caso do Android, as mais buscadas são Brisbane (Austrália), Auckland (Nova Zelândia) e Sidney.

Ainda de acordo com o estudo obtido pelo site de VEJA, os proprietários de iPhone estão mais predispostos a pagar por classe executiva e se programam com menos dias de antecedência que os de Android. A antecedência é menor tanto na hora de reservar voos (57 dias contra 67) quanto hotéis (37 contra 46) e carros (31 contra 38).

Leia mais:

Cinco cidades para morar ao lado dos melhores parques nacionais do mundo

CVC começa a vender passagens de classe executiva em até 10 vezes

Brasileiro repensa plano de férias por causa do câmbio

Hotéis – Na categoria hotéis, a maioria dos usuários, independentemente da plataforma, busca por hotéis de três estrelas. Isolando a faixa de cinco estrelas, os usuários de iPhone são os que mais procuram por esse tipo de hospedagem. Na outra ponta, os proprietários de Android são os que mais buscam pelas categorias uma e duas estrelas.

Uma constatação importante levantada pelo estudo é que o brasileiro ainda não abandonou o computador de mesa para planejar uma viagem, sobretudo as mais caras. No total, 57% das buscas são feitas pelo desktop, contra 18% em aplicativos de iPhone, 12% de Android, 6% em navegadores de celular e 4% no iPad.

No caso do computador – plataforma em que a pessoa geralmente dedica mais tempo à compra -, os destinos mais populares são Aruba, Saint Martin, Punta Cana e Miami, com gasto médio de 2.226 reais. Entre os destinos premium estão no topo da lista: a ilha de Bora Bora, Bali (Indonésia) e Seicheles, com gasto médio de 8.554 reais.