Greve Geral: Usuários boicotam Uber e 99 após parceria de Doria

A parceria prevê que os servidores poderão usar os aplicativos de transporte, gratuitamente, para ir trabalhar amanhã, dia de paralisações

Internautas criticaram a parceria fechada pelo prefeito de São Paulo, João Doria, com os aplicativos de transporte Uber e 99. Para esvaziar a greve marcada para amanhã contra as reformas trabalhista e da Previdência, Doria fechou um acordo com esses aplicativos.

A parceria prevê que os servidores poderão usar os aplicativos de transporte, gratuitamente, para ir trabalhar amanhã, dia de paralisações. Como motoristas de ônibus, metroviários e ferroviários aderiram à paralisação, a expectativa é que as pessoas tenham dificuldade para chegar aos locais de trabalho na sexta-feira.

A iniciativa, entretanto, desagradou alguns internautas, que passaram a defender o boicote aos aplicativos.

Outros, sugeriram que em vez de usar o aplicativo para ir ao trabalho, que as pessoas aproveitem para chegar aos protestos de sexta-feira.

A Uber quer incentivar o compartilhamento de carros na sexta. Vai dar duas viagens de 20 reais cada para quem sair de casa no horário de pico em São Paulo. A 99 dará descontos de 20 reais em viagens durante todo o dia no país.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. jose neves silva

    É flagrante a falta de competência dos políticos de hoje no alto do poder, em todos os níveis,no tato em dialogar com a população em questões controvertidas,como as destas reformas que o Governo,apoiado por seus apaniguados no Congresso, está enfiando goela abaixo do povo.Toda reforma para ser legal tem de vir de baixo para cima,ao contrário é criar perigosa tensão como esta que estamos vendo atualmente no Brasil,razão pela qual,com toda a certeza,elas,estas reformas, não irão surtir o efeito desejado pelo Governo,que é o equilíbrio da economia,porque tais refornas estão calcadas em pressupostos falsos da realidade brasileira…….

    Curtir