Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Uber’ dos helicópteros inicia operação em São Paulo

Serviço permite pedir um helicóptero pelo site com 60 minutos antes do embarque, além de compartilhar o voo

A Voom, companhia criada pela A3 – empresa controlada pela Airbus -acaba de lançar o serviço de helicópteros por demanda na cidade de São Paulo. Conhecido como ‘Uber’ dos helicópteros, o serviço está disponível apenas na capital, realizando trajetos entre seis helipontos da cidade.

São Paulo é a primeira capital do mundo a receber essa operação, depois de passar por um teste no ano passado. Além de possuir infraestrutura adequada, pesou para a escolha a demanda pelo serviço.

 

Solicitar o serviço é simples: após realizar um cadastro pelo site, o usuário indica o endereço de partida e chegada, número de passageiros, o peso de cada um e as malas despachadas, que podem ter até 25 kg, além de bagagens de mão – são permitidos dois volumes de cada tipo.

O aplicativo então indica o heliponto mais próximo e é necessário preencher o número do cartão de crédito para confirmar a viagem. Antes do embarque, o cliente recebe mensagens de texto para ser informado do acompanhamento do helicóptero.

Até então, o usuário é o responsável por se dirigir ao heliponto no horário acertado. Entretanto, a empresa pretende firmar parceria até o fim desse mês com serviços de táxi para fazer o transporte do cliente até o heliponto.

Segundo a Voom, esse tipo de serviço tem diferenças marcantes em relação ao táxi aéreo, como o preço, que chega a ser 80% mais barato. Apesar de estabelecer como preço mínimo o valor de 400 reais, um trajeto entre Moema e Faria Lima pode custar cerca de 310 reais para o cliente. Em empresas de táxi aéreo, o preço pode começar em 1.700 reais. Assim como a Uber e outras empresas de transporte, o valor da corrida pode variar com a demanda.

O tempo também é um diferencial, de acordo com a Voom, nas companhias de táxi aéreo é necessário reservar um avião com muita antecedência, mas a nova plataforma permite que os clientes solicitem o serviço até 60 minutos antes do embarque.

Outra opção para os adeptos ao serviço economizarem no preço final é dividir o voo: há a opção de compartilhar a viagem em até cinco pessoas.

Por enquanto, o serviço se restringe ao site, mas o aplicativo da empresa está sendo desenvolvido para os usuários.

A Voom planeja expandir o serviço pela região Sudeste do país, mais especificamente para o Rio de Janeiro e Belo Horizonte, mas ainda sem data definida. No exterior, a empresa tem planos para as cidades de Jacarta, Cidade do México e Los Angeles.

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    E ai máfia dos táxis? Vão criar caso com esse também?

    Curtir