Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

TAP entra no quarto dia de greve, com 30% de voos cancelados

Segundo informou um porta-voz da companhia, dos 210 voos programados até as 12h30 locais, foram realizadas 148 conexões, e 62 foram canceladas.

A companhia aérea portuguesa TAP enfrenta nesta segunda-feira o quarto dia consecutivo de greve de pilotos. Cerca de 30% dos voos previstos foram cancelados. Segundo um porta-voz da empresa, dos 210 voos programados até as 12h30 locais, foram realizadas 148 conexões, e 62 foram canceladas. Os números são parecidos aos apresentados nos dois primeiros dias de paralisação, com o número de cancelamentos oscilando entre 25% e 30%. Segundo informações do site da empresa, não há voos com destino ou origem no Brasil que devem ser afetados nesta segunda-feira. A greve afeta especialmente o aeroporto do Porto, já que os serviços mínimos estabelecidos pelas autoridades são concentrados principalmente em Lisboa.

Leia mais:

Com greve de pilotos, TAP cancela voos no Brasil

Embraer tem prejuízo de R$ 196 milhões no primeiro trimestre

A greve está programada para durar até o dia 10 de maio. Neste período, estão previstos 3 mil voos com cerca de 300 mil passageiros a bordo, dos quais apenas 10% estão garantidos pelos serviços mínimos. A companhia aérea, que é propriedade do Estado, está em processo de privatização, que deve avançar nas próximas semanas com a apresentação de propostas. Os pilotos convocaram esta mobilização para protestar contra o que consideram o descumprimento de um acordo fechado em dezembro com o governo e a companhia aérea para que uma greve em pleno Natal não acontecesse. Com esse pacto, o governo português aceitou a criação de um grupo de trabalho com os representantes dos funcionários da TAP com capacidade de influir nas condições de privatização da empresa.

(Com agência EFE)