Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

SP e Rio caem e Caracas desponta em ranking das cidades mais caras

Em ranking elaborado pela EIU, real em queda fez com que preços de cidades brasileiras recuassem na comparação com outros países

Rio de Janeiro e São Paulo perderam posições no ranking mundial que classifica as cidades mais caras para se viver, elaborado pela Economist Intelligence Unit (EIU), braço de pesquisas da revista britânica The Economist.

De acordo com o levantamento, São Paulo caiu da 43ª para a 57ª posição. Já o Rio de Janeiro recuou da 61ª para a 77ª posição – ambas as quedas, diz a EIU, foram motivadas pela desvalorização do real em 2013. A pesquisa é realizada duas vezes ao ano, considera preços de produtos e serviços em 140 cidades de 93 países e adota como referência a cidade de Nova York.

Leia também:

Cinco viagens de luxo mais baratas que o Carnaval de Salvador

As 10 melhores cidades para se conhecer em 2014

Na América Latina, a cidade eleita como a mais cara para se viver foi Caracas, capital da Venezuela. Segundo o estudo, isto se deve a uma taxa de câmbio artificialmente elevada e à escassez de produtos, resultando num crescimento inflacionário acima de 50% ao ano. Na mesma região, a cidade mais barata, segundo a pesquisa, é a Cidade do Panamá, capital do Panamá. Confira o ranking das cidades mais caras.