Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Resultados corporativos levam índices europeus à recuperação

LONDRES, 24 Abr (Reuters) – Os principais índices acionários europeus mostraram recuperação nesta terça-feira, fechando em alta com resultados corporativos otimistas que ajudaram a aliviar as preocupações sobre a crise de dívida na zona do euro.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 1,09 por cento, aos 1.032 pontos. O indicador foi puxado por saltos em alguns dos papéis que registraram as maiores baixas na sessão anterior, como os do setor bancário.

Na segunda-feira, o índice geral atingiu sua mínima em três meses, com incerteza política e dados decepcionantes sobre a economia revivendo preocupações sobre a situação na zona do euro.

Neste pregão, no entanto, grandes companhias apresentaram resultados positivos, como a francesa Michelin, que obteve alta de 6 por cento no valor de suas ações.

“Globalmente não acho que exista alguma dúvida de que as companhias estão saudáveis. Isso está refletido em ganhos fortes, em altos níveis de margens e em balanços muito fortes”, afirmou o estrategista-chefe da Kames Capital, Bill Dinning.

A Michelin, que é segunda maior fabricante de pneus do mundo, confirmou sua meta de vendas estáveis para o ano e emitiu uma perspectiva otimista ao mercado.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,78 por cento, a 5.709 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 1,03 por cento, para 6.590 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 2,29 por cento, a 3.169 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib subiu 2,48 por cento, para 14.192 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 teve valorização de 2,24 por cento, a 6.999 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 avançou 0,71 por cento, para 5.140 pontos.

(Reportagem de David Brett)