Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Protesto contra reforma trabalhista interrompe trânsito em SP

Manifestantes se reuniram na avenida Paulista; projeto será votado amanhã no Senado

Manifestantes se reuniram na avenida Paulista no início da noite desta segunda-feira para protestar contra a reforma trabalhista, que será votada amanhã no plenário do Senado.

O grupo se concentrou no vão do Masp e caminhou até o prédio da Federação das Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), onde fechou a avenida no sentido Paraíso. Algumas pessoas atearam fogo a um boneco e a pneus.

Por volta das 20h15, os bombeiros chegaram, e os manifestantes já tinham se dispersado, mas a via continuava interditada para que as chamas fossem apagadas.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda que a região seja evitada.

No senado, o projeto precisa de maioria simples para ser aprovado, ou seja, metade mais um dos senadores presentes à sessão, prevista para começar às 11h.

Se a reforma trabalhista for aprovada no Congresso da forma como está nesta semana, as mudanças começam a valer apenas em meados de novembro. O texto que tramita no Senado prevê que as alterações entram em vigor 120 dias após a publicação da lei no Diário Oficial da União.

Pedido de rejeição

Um grupo de 14 entidades assinou uma nota conjunta que aponta uma série de inconstitucionalidades na reforma trabalhista.

“O texto está contaminado por inúmeras, evidentes e irreparáveis inconstitucionalidades e retrocessos de toda espécie, formais e materiais”, diz documento assinado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Ordem dos Advogados Brasil (OAB), entre outras entidades.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Onde estão os bonecos infláveis da dissimulada Fiesp ?? Onde está o pato inflado da Fiesp que não queria pagar a conta? Por que o ‘ grande lider’ da resistência, SKAF, não está à frente das manifestações? Será porque agora lhe interessa e quem vai pagar a conta são os otários da massa brasileira sempre moldada pelos donos do poder.

    Curtir

  2. Sergio Vasconcelos

    Bando de trogloditas que nada entendem de economia e são apenas a vanguarda do atraso e da estupidez humana !! Esta é uma geração de delinquentes sociais e políticos ! Primitivos e criminosos, a pior combinação que existe !

    Curtir

  3. ces micelato

    Desespero dos que vivem mamando nas mamatas sindicais

    Curtir

  4. Rogério Moreno

    OAB e CNBB escancarando a sua verdadeira face do mal. Cavaleiros do Apocalipse.

    Curtir

  5. Hamilton Jgs

    Está chegando a hora de o trabalhador se livrar do sequestro de 1 dia de trabalho todos os anos para esses baderneiros e preguiçosos dos sindicatos. Perderam vagabundos! No ano que vem vou pegar um dia de serviço meu e doar para os médicos sem fronteira, ai sim, estou doando com o maior prazer.

    Curtir

  6. hildo molina

    com certeza 90% pelo menos são vagabundos que vivem de prejudicar quem trabalha. para eles o brasil não pode dar certo.

    Curtir

  7. hildo molina

    morte ao imposto sindical

    Curtir

  8. Tio Do lanche

    Só não tem trabalhador nesse protesto

    Curtir

  9. Tio Do lanche

    OAB está contra pq os advogados vão perder a boquinha em muitos processos

    Curtir

  10. Tadeu Monteirinho

    Estes patifes, estão nesta zoeira, por conta dos sindicatos e PTralhas, nem sabem o que estão fazendo!

    Curtir