Produção de petróleo no Brasil cresce 5,1% em setembro–ANP

RIO DE JANEIRO, 3 de novembro (Reuters) – A produção de petróleo no Brasil atingiu média de 2,09 milhões de barris por dia em setembro –um aumento de 5,1 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, informou o órgão regulador do setor nesta quinta-feira.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) calculou que a extração de gás natural, por sua vez, cresceu 2,1 por cento na mesma comparação, com produção diária de 65 milhões de metros cúbicos em média. O volume, contudo, é 1,9 por cento menor que o registrado em agosto deste ano.

No pré-sal, a produção de petróleo e gás medida pelo desempenho de sete poços localizados em Lula, na bacia de Santos; Jubarte, no Espírito Santo; Caratinga, Barracuda, Marlim, Marlim Leste e Voador, na bacia de Campos, alcançou 135 mil barris por dia em média.

O campo de Roncador, na bacia de Campos, continua sendo o maior produtor de petróleo e o Rio Urucu, na bacia de Solimões, o maior produtor de gás natural. A plataforma P-52, localizada no campo de Roncador, produziu cerca de 129 mil barris de óleo e gás, mantendo a posição de maior produtora do país.

A Petrobras responde por 90,8 por cento da produção de petróleo e gás natural. Dos 20 maiores campos produtores de petróleo, três são operados por empresas estrangeiras: Frade, da Chevron (oitavo lugar); Ostra, da Shell (décimo lugar), e Peregrino, operado pela Statoil (16o lugar).

Vieram de campos marítimos 91,1 por cento da produção de petróleo e 73,9 por cento da produção de gás natural do Brasil, informou a ANP.

Houve redução de aproximadamente 17 por cento na queima de gás natural em relação a 2010 mas em comparação ao patamar de agosto deste ano houve aumento de aproximadamente 19,9 por cento.

“O maior aumento na queima de gás natural foi registrado no campo de Marlim Sul, devido ao período de comissionamento (preparo e manutenção de equipamentos após o início das operações) da plataforma P-56”, justifica a ANP em seu boletim mensal sobre a produção de petróleo e gás natural.

(Reportagem de Sabrina Lorenzi; edição de Marcelo Teixeira)