Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Procon proíbe pizza de dois sabores com valor da mais cara

Operação 'Pizza Legal, realizada em Fortaleza desde quarta-feira, tenta coibir a prática, habitual também em outras partes do país

Desde quarta-feira, o Procon do Ceará tem realizado fiscalizações em pizzarias de Fortaleza para tentar coibir uma prática habitual também em outras partes do país: cobrar pela pizza de dois sabores o valor da mais cara. Segundo o órgão, a conduta fere o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor. O inciso V do Código diz ser proibido ao fornecedor de produtos ou serviços “exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva”.

A operação “Pizza Legal” será estendida até 20 de dezembro, em caráter educativo. Os estabelecimentos notificados terão cinco dias para regularizar sua situação. Segundo informações do jornal cearense O Povo, a fiscalização vai ser retomada, mas não apenas para esse fim.

No caso de reincidência, serão conferidas também irregularidades como pagamento obrigatório da taxa de 10% para o garçom, não-exibição de aviso da cobrança de taxas de couvert artístico e de mesa, venda diferenciada no pagamento em cartão e em dinheiro e cobrança pela perda da comanda ou cartão de consumação. As multas por esses descumprimentos podem chegar a até 11 milhões de reais.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Mauricio Reppetto

    E ai Procon/SP, quanto vocês pretendem reprisar essa fenomenal atitude aqui em SP???? Nunca????

    Curtir

  2. Ex-microempresário

    Agora, com o grave problema da pizza resolvido, o Brasil vai para frente. Avisem o Sérgio Moro que seus serviços de menor importância não são mais necessários. O Procon, depois de regulamentar a pizza, vai proibir a corrupção, o desvio de dinheiro, a propina e a incompetência, e todos os nossos problemas estarão resolvidos !!!!

    Curtir

  3. Sergio Natel Consolin

    Isso explica muito do porque os Estados Unidos são o que são e o Brasil é o que é. Aqui, o governo quer se meter até no preço da pizza……..

    Curtir

  4. Marcos Santos

    Bela atitude do Procon/CE. Seria importante que esta ação e outras semelhantemente favoráveis ao consumidor se estendessem a outras partes do país. Fiscalização e’ exemplo de postura responsável do Estado, diferentemente de muitas outras aplicadas que tanto prejudicam os cidadãos.

    Curtir

  5. Carlos Roberto Batista

    O correto é somar o preço dos dois sabores e dividir por 2 e não cobra pelo mais caro. O PROCON tem que aproveitar e verificar o peso dos tabletes de chocolate da Nestlé que já diminuiu de peso duas vezes e o preço sempre subindo. O tamanho do tablete continua o mesmo, mas a espessura cada vez mais fina. Observem para ver. Aliás, uma prática que está sendo utilizada por varias outras empresas
    que estão diminuindo o peso e subindo os preços.

    Curtir

  6. Cesar8002UTB

    Sempre achei isso uma palhaçada. Óbvio que gastam menos e embolsam a diferença. Brasileiro é uma desgraça.

    Curtir

  7. Gustavo Sousa

    quem não gostar ou reclamar é por que tem pizzaria kkk

    Curtir

  8. Aloisio Barros

    Tem coisa melhor pro Procon fazer não?

    Curtir

  9. Michael Henrique

    Muito bom viu PROCON!!! EXCELENTE!!! Agora a pizza mais barata vai ter o preço da mais cara… Isso é o estado metendo o dedo na economia, assim o Brasil fica cada vez mais do jeito que é.

    Curtir