Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Preso capitão acusado de afundar iate de US$ 1,8 milhão

Miami (EUA), 10 mai (EFE).- Um capitão de navio dos Estados Unidos foi preso nesta quinta-feira por supostamente afundar um iate de US$ 1,8 milhão nas Bahamas em 2009 e notificar à polícia que a embarcação tinha sido roubada.

Robert Figueredo, de 49 anos e residente de Miami, enfrenta acusações após uma investigação de detetives da Divisão Contra a Fraude de Seguros do Departamento de Serviços Financeiros da Flórida.

O chefe do Escritório de Finanças do estado, Jeff Atwater, disse em comunicado que suspeitaram que Figueredo estava envolvido no desaparecimento do iate depois que sua namorada revelou à polícia que o capitão lhe disse que tinha afundado seu navio.

Depois, sob declaração jurada, informou à sua companhia seguradora que não sabia quem tinha roubado a embarcação.

Figueredo informou que o iate ‘Star One’, de 24 metros de comprimento, foi roubado em Key Biscayne, no condado de Miami-Dade (Flórida) no dia 4 de maio de 2009.

Um dia depois foi descoberto abandonado e em muito mal estado em uma ilha das Bahamas.

O capitão está em uma prisão de Miami-Dade e, se for declarado culpado, pode pegar uma sentença máxima de 30 anos de detenção. EFE